Uso do 5G na indústria 4.0 impacta demanda por profissionais do setor de tecnologia

Essa conexão ultrarrápida permitirá que a captação, troca e tratamento de informações seja feita de forma eficiente

Author Photo
11:00 am - 21 de novembro de 2022
5G

A capacidade do 5G para a transmissão de dados é extremamente avançada, levando milhares de equipamentos a estarem conectados na mesma rede e operando remotamente, com toda a segurança que esse tipo de tecnologia exige. Essa conexão ultrarrápida permitirá que a captação, troca e tratamento de informações seja feita de forma eficiente, com forte atração para a sua utilização na Indústria 4.0. As aplicações de IoT têm grande potência de impacto para aumentar a produtividade da economia brasileira.

A rede 5G pode influenciar rupturas na rotina da indústria de maneira definitiva, em particular com o uso de redes privadas, pois permitirá que as pessoas e as máquinas comuniquem entre si, auxiliando no avanço das inovações tecnológicas para o setor que, por meio da aplicação da rede, vai responder às mudanças, realizar configurações remotas e, ainda, ter diagnósticos de oscilações ou falhas em tempo real. Hoje, esses conceitos são parcialmente restritos aos profissionais de tecnologia, porém, no futuro, qualquer empreendedor ou líder deverá dominá-los, uma vez que todo e qualquer modelo de negócios tende a estar integrado à nova forma de utilização da internet.

Um levantamento realizado este ano pela Brasscom, Associação das Empresas de Tecnologia e de Tecnologias Digitais, mostrou que, até 2025, o setor de tecnologia vai demandar 797 mil profissionais, incluindo especialistas em telecomunicações, engenheiros e cientistas de dados. Somente para 2023, a previsão de demanda de talentos ligados à tecnologia, sem um recorte específico para 5G, já é de 155 mil pessoas. Já a Conexis Brasil Digital, divulgou que o segmento de telecomunicações e conectividade encerrou 2021 empregando diretamente 545 mil trabalhadores, com destaque de crescimento de contratações para a indústria, que cresceu 13,6% em relação ao ano de 2020.

O Brasil é um dos países com maior potencial para a inovação no mundo, mas possui carência de mão-de-obra especializada neste sentido e precisa investir na capacitação de profissionais qualificados para atuar especificamente com a conexão 5G. E essa nova maneira de trabalhar vai abrir oportunidades para profissionais de diversas áreas que tiverem a capacidade de lidar com a convergência entre os mundos físicos e digitais.

Ainda é difícil mensurar quantas vagas a tecnologia 5G deve movimentar no Brasil, mas já prevemos que o setor tem uma tendência a crescer cada vez mais e, com isso, aumenta a necessidade de profissionais para analisar e gerenciar os dados produzidos com maior velocidade e de forma diferente de como são distribuídos hoje. As pesquisas apontam um avanço de 181% no número de oportunidades para analistas de dados só no último ano.

O 5G traz uma série de promessas que devem expandir ainda mais o papel da internet na vida pessoas e na economia e as indústrias ligadas ao setor de tecnologia devem ampliar a busca por mão-de-obra especializada nos nichos que serão impulsionados e ampliados pela nova rede, como jogos, computadores, smartphones, metaverso, segurança da informação, machine learning e casas inteligentes.

*Edson Toffoli, diretor industrial da Positivo Tecnologia.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.