Ecossistema brasileiro de startups fecha semestre com US$ 5,2 bi captados

Volume de investimentos é recorde e inclui quatro novos unicórnios e 11 "mega rodadas" de aportes

Author Photo
3:25 pm - 07 de julho de 2021
Shutter Stock

O ecossistema brasileiro de startups fechou o primeiro semestre de 2021 com captação recorde de US$ 5,2 bilhões investidos em Venture Capital, revelou o relatório Inside Venture Capital Report, da Distrito, divulgado nesta quarta-feira (07). O volume total de investimentos já é superior ao total investido no ecossistema em todo o ano passado, que foi, até então, o ano recorde do setor.

“A gente teve um semestre com recorde absoluto em termos de volume investido em Venture Capital no Brasil”, disse Gustavo Gierun, cofundador da Distrito. “Eu me arriscava a dizer que acreditava que esse ano nós passaríamos os US$ 5 bilhões investidos nesse mercado, mas não acreditava que seria tão rápido”. Foram 339 aportes no semestre, 35% superior ao total de 2020.

No total, o volume de investimentos cresceu 295,6% no semestre em comparação com o ano anterior. Só no mês de junho, foram investidos mais de US$ 2 bilhões por meio de 63 rodadas de investimento, o que fez dele o mês com maior volume de capital na história do mercado brasileiro. Na avaliação do executivo, a estimativa para o ano de 2021 completo é que o País veja algo entre US$ 7 bi e US$ 8 bi em investimentos.

O ecossistema brasileiro também encerra o semestre com quatro novos unicórnios – nome dado às empresas que ultrapassam valor de mercado de US$ 1 bilhão. MadeiraMadeira, Hotmart, C6 Bank e Mercado Bitcoin são os novos entrantes no grupo, que conta agora com um total de 19 representantes.

Segundo Gierun, a formação dos quatro novos unicórnios é mais um sinal da importância que o cenário brasileiro de inovação vem tomando frente ao mundo. “Hoje o Brasil já faz parte, dentro desse cenário, obviamente muito longe de potências como os Estados Unidos e China, de um segundo tier de países que vem se consolidando como aqueles de maior potencial”, disse. “Os cases de sucesso e os constantes anúncios de novos unicórnios atraem a atenção de investidores estrangeiros e investidores institucionais locais. Isso faz com que o mercado se retroalimente”.

Segundo Gierun, surpreende também o número de rodadas que ultrapassaram o montante de US$ 100 milhões, as chamadas “mega rodadas”, que o País registrou no semestre: um total de 11. São elas: Nubank (US$ 1,15 bi), Loft (US$ 525 mi), Ebanx (US$ 400 mi), Quinto Andar (US$ 300 mi), Gympass (US$ 220 mi), Loggi (US$ 212 mi), Mercado Bitcoin (US$ 200 mi), MadeiraMadeira (US$ 190 mi), Cloudwalk (US$ 190 mi), Buser (US$ 138,9 mi) e Hotmart (US$ 126,5 mi).

Na divisão por setores do ecossistema, o semestre não trouxe surpresas: as fintechs concentram aproximadamente metade do total investido em startups no País, com volume total de (US$ 2,4 bilhões e 72 negociações. A série G do Nubank é a recordista do ano, com US$ 1,15 bi captados em duas rodadas.

Imobiliário (US$ 829,4 milhões), RetailTech (US$ 416,2 milhões), HRTech (US$ 231,8 milhões) e Supply Chain (US$ 223,9 milhões) completam a lista dos cinco setores com maior volume de investimentos. A maior parte dos investimentos (64% deles) está concentrada nos estágios iniciais.

O relatório também mostra que, até agora em 2021, foram feitas 113 fusões e aquisições, dois terços do total realizado em 2020. Mais da metade das fusões e aquisições aconteceram entre startups ou por startups. De acordo com Gierun, “não é difícil” estimar que o país possa ultrapassar a marca de 250 fusões e aquisições até o final do ano.

Os destaques vão para a compra de 40% do banco digital C6 Bank pelo banco americano JPMorgan Chase; a aquisição da Elo7 pelo marketplace americano Etsy; das fintechs Mobills e Monetus pela Toro Investimentos, plataforma do Santander; e da fintech Weel pelo banco digital BS2.

“O mercado está crescendo de maneira muito rápida, muito aquecida, muito intensa, muito capital disponível, seja das próprias corporações, startups ou scale ups e a gente vê esse mercado crescendo muito nos próximos meses”, disse.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.