Zero Trust e sistemas quânticos são tendências para 2023

Tecnologia tornou-se o centro do negócio e indispensável para crescimento, indica estudo da Dell Technologies

Author Photo
1:30 pm - 06 de janeiro de 2023
Foto: Shutterstock

O uso econômico e racional da computação em nuvem, a capacitação a sistemas quânticos e a implementação acentuada de um modelo de segurança Zero Trust são algumas das tendências propostas pela Dell Technologies para 2023.

“Há diversas áreas que estão se transformando no mundo digital – desde experiência do usuário, dispositivos eletrônicos, evolução do mundo multicloud, tecnologia de segurança permeadas pelo Zero Trust. Nós da Dell estamos focando em cada uma dessas áreas, em um mundo cada vez mais digital”, destaca John Roese, CTO global da empresa.

Luis Gonçalves, presidente da Dell Technologies para América Latina, complementa ao dizer que as oportunidades na região são fundamentais para continuar a garantir o crescimento dos negócios na região. “A tecnologia não é apenas importante para que os negócios continuem crescendo, mas mais do que isso: é o centro do próprio negócio, especialmente quando reconhecemos a economia digital em que todos estamos inseridos hoje.”

Ainda segundo Luis, o uso racional da adoção da computação em nuvem e a conectividade que será habilitada com o 5G e com o edge computing, tudo isso atrelada a uma estratégia bem estabelecida de segurança cibernética, determinarão a capacidade das companhias em inovar e se destacar.

Confira as resoluções tecnológicas da companhia:

Economia da nuvem

A nuvem não será usada sem o entendimento de custos de longo prazo. “Ultimamente, tenho ouvido de CIOs que seu anseio inicial de aproveitar as vantagens da computação em nuvem está levando-os a estourar o orçamento em tecnologia, pois não estavam pensando estrategicamente sobre como distribuir esses recursos de TI entre diferentes provedores de nuvem, muito menos como fazê-los funcionar juntos”, diz John.

A recomendação do executivo é caracterizar a viabilidade técnica de executar uma carga de trabalho ou colocar dados em uma nuvem específica e também identificar totalmente os custos de curto e longo prazos do uso dessa nuvem. Ao saber quais são os custos, poderá direcionar melhor as cargas de trabalho para a aplicação de longo prazo.

Segurança Zero Trust

Haverá aumento nas indústrias que exigem estruturas de Zero Trust, como as estabelecidas pelo governo dos Estados Unidos, que têm um efeito cascata global nas indústrias de infraestrutura crítica.

As empresas precisam ter uma estrutura autoritativa de gerenciamento de identidade, gerenciamento de políticas e gerenciamento de ameaças para fazer de maneira correta a segurança Zero Trust. Se não tiver um plano de controle bem definido e autoritário sobre seu ambiente multicloud, como poderá obter identidade consistente, política ou gerenciamento de ameaças para toda a empresa? A segurança multicloud, mais do que qualquer outro aspecto, precisa ser consistente e comum.

Sistemas quânticos

“Vou estabelecer conjuntos de habilidades iniciais para aproveitar o quântico. A computação quântica está ficando real e se você não tiver alguém em seu negócio que entenda como essa tecnologia funciona e como ela influencia o seu negócio, você vai perder essa onda tecnológica. Identifique a equipe, as ferramentas e as tarefas que você dedicará ao quântico e comece a experimentar”, comenta John.

Investir em simulação quântica e permitir que as equipes de ciência de dados e IA aprendam as novas linguagens e capacidades quânticas será fundamental em 2023. A computação quântica é disruptiva porque muda muitos elementos da TI moderna. Com o surgimento da computação quântica, surge a necessidade de entender melhor a criptografia pós-quântica, o desenvolvimento de sistemas criptográficos para computadores clássicos capazes de impedir ataques lançados por computadores quânticos.

Arquitetura multicloud na borda

As companhias precisarão decidir qual será a arquitetura de borda multicloud: extensão de nuvem ou nuvem em primeiro lugar. Em 2023, mais dados e processamento serão necessários no mundo real. Desde o processamento de dados em tempo real em fábricas ou acionamento de sistemas de controle de robôs, a borda está se expandindo rapidamente no mundo multicloud.

Este ano, será preciso fazer uma escolha sobre qual arquitetura de borda deseja a longo prazo. A primeira opção é tratar as arestas como extensão de suas nuvens. Esse modelo é comum hoje e para cada nuvem há uma vantagem equivalente. Isso funciona bem se a empresa tiver apenas uma ou algumas nuvens. A segunda opção é tratar a infraestrutura de borda como uma plataforma para todas as suas nuvens compartilharem.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.