Dicas para profissionais de TI interessados em uma carreira na área de dados

Eduardo Silva, sócio responsável pelo Leega Academy, dá dicas para profissionais que querem iniciar trajetórias ou ascender na carreira

Author Photo
2:46 pm - 29 de maio de 2023
risco, dados, analytics, mulher, executiva, risco de terceiros, premio, estudo, líderes de TI Imagem: Shutterstock

A área de dados é uma das mais promissoras para profissionais de tecnologia da informação há alguns anos, com diversas possibilidades de carreira e potencial de crescimento. Para auxiliar quem planeja iniciar uma trajetória no setor ou ascender e se estabilizar de vez na profissão, Eduardo Silva, sócio responsável pelo programa de ensino e capacitação em Analytics e ciência de dados da Leega Academy, detalha possíveis caminhos corporativos, as habilidades mais desejadas pelo mercado e dá dicas que podem ser diferenciais para uma carreira de sucesso.

Em linhas gerais, diz ele, o profissional de dados é responsável por coletar, processar, analisar e interpretar dados para fornecer insights valiosos às diversas áreas de uma empresa. Tais compreensões podem ajudar os executivos dessas companhias a tomarem melhores decisões estratégicas, a desenvolverem produtos mais eficientes e entenderem melhor seus clientes.

Entretanto, dentro desse cenário, existem diferentes papéis, tarefas e especializações que dependem de especialistas distintos, como analista de dados, cientista de dados e engenheiro de dados.

Especializações na área de dados:

  • Analista de dados: profissional responsável pela coleta e análise de dados, criação de relatórios e dashboards para fornecer informações às equipes de negócios;
  • • Cientista de dados: responsável pela criação de modelos de machine learning para prever possíveis resultados futuros ou identificar padrões;
  • • Engenheiro de dados: profissional que gerencia a parte de infraestrutura de dados, como bancos de dados, pipelines de dados e arquitetura cloud.

Leia também: 6 habilidades mais requisitadas pelas empresas de tecnologia

Para se tornar um profissional de dados, Silva destaca como essenciais algumas competências, como:

  • Habilidades técnicas em programação;
  • Conhecimentos em matemática, estatística e probabilidade;
  • Conhecimento em linguagens como Python e SQL (Structured Query Language);
  • Familiaridade com ferramentas de visualização de dados como Tableau e PowerBI;
  • Além de soft skills como pensamento crítico, mentalidade analítica, trabalho em equipe e boa capacidade de comunicação.

Demanda por dados

A demanda por profissionais de dados, que já é alta atualmente, deve continuar crescendo nos próximos anos, visto que empresas de todos os setores estão procurando maneiras de coletar e analisar dados para melhorar seus negócios, seu relacionamento com os clientes e se manterem competitivas.

E, com o aumento do uso de inteligência artificial, o conhecimento de analytics e ciência de dados são fundamentais para o sucesso de iniciativas que envolvem esta tecnologia, pois ajudam a coletar, preparar e analisar dados, selecionar algoritmos adequados, treinar modelos, monitorar desempenho e aprimorar continuamente os modelos desenvolvidos.

Sendo assim, há muitas oportunidades para esses profissionais em empresas de tecnologia, saúde, finanças, varejo, entre outras.

Dentro da carreira de dados, há também muitas áreas de especialização, incluindo:

  • Análise de dados em marketing;
  • Análise de negócios;
  • Inteligência de mercado;
  • Inteligência artificial;
  • Dados financeiros;
  • entre outras.

“É importante explorar minimamente cada uma dessas áreas para encontrar a especialização que melhor se adequa aos interesses e habilidades do profissional”, diz Eduardo.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.