65% das empresas planejam aumentar gastos com nuvem

Empresas mais maduras em suas jornadas de cloud também são as mais sofisticadas na adoção de IA, indica estudo da Unisys

Author Photo
11:01 am - 27 de junho de 2023
Imagem: Shutterstock

As empresas estão determinadas a priorizar investimentos em tecnologia para impulsionar o crescimento e gerenciar custos simultaneamente. Um estudo realizado pela Unisys aponta que 65% das empresas estão aumentando os gastos com nuvem ou planejam fazê-lo nos próximos dois anos, reforçando o papel da tecnologia para o crescimento dos negócios.

Em 2022, mais de 44% das organizações relatam gastos de US$ 101 milhões ou mais em nuvem.

Entretanto, o estudo chama atenção para o fato de que 36% das empresas ainda se encontram na fase de planejamento e adoção inicial da nuvem, com apenas 19% atingindo um nível de maturidade em sua implementação.

Leia também: Febraban Tech 2023: 4 grandes tendências para ficar de olho

“As organizações devem se concentrar em otimizar sua infraestrutura de nuvem existente para obter maior progresso e perceber o valor de seus investimentos em nuvem”, recomenda o estudo que reuniu respostas de 2.264 participantes, incluindo C- Level, líderes de TI e desenvolvedores de empresas globais em cinco países: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Austrália e Nova Zelândia.

Abordagem ética da IA

A pesquisa também buscou mapear o nível de maturidade da adoção de Inteligência Artificial, apontando uma relação importante entre nuvem e IA. De acordo com o estudo, as empresas maduras em nuvem estão muito mais avançadas em sua maturidade de IA e mais confiantes de que entendem todas as questões éticas da tecnologia — 48% dizem que ainda não entenderam todas as questões éticas da IA, em comparação com 70% das organizações em estágios iniciais da nuvem.

Enquanto quase metade das empresas pesquisadas estão amadurecendo seu uso e prática de IA, apenas 15% estão integrando-a ao DNA de seus negócios e 11% continuam apenas cientes da prática.

Segurança ainda reativa

Entre as empresas ouvidas, a maioria (78%) acredita que uma violação de dados provavelmente ocorrerá. No entanto, apenas 58% adotam uma abordagem proativa para as vulnerabilidades e ameaças de segurança, enquanto 42% optam por uma abordagem reativa. O relatório também destaca que 43% adotaram o modelo Zero Trust, que é fundamental para criar resiliência.

Lacunas de talentos

Os líderes das empresas se mostram preocupados com os desafios significativos relacionados a talentos para poder avançar a agenda de transformação digital. Dos líderes de TI entrevistados, 42% expressam preocupação em manter sua equipe atualizada sobre novas habilidades e tecnologias para adoção da nuvem.

Para fazer isso, as organizações planejam incorporar treinamento contínuo em seu fluxo de trabalho para aprimorar e requalificar sua força de trabalho. Além disso, as empresas estão encontrando uma lacuna em competências não técnicas, como comunicação e habilidades pessoais (34%), bem como conhecimento de tecnologia e estratégia de negócios (32%). Essas necessidades se tornam cada vez mais importantes à medida que as organizações navegam em sua jornada de adoção da nuvem.

“Mudar estrategicamente para uma mentalidade digital nativa da nuvem inclui alinhar o C-Level e a TI em objetivos compartilhados, alinhar com os resultados de negócios, avançar a tecnologia da nuvem, navegar pela IA ética e abordar questões de competências. Embora pareça assustador, recalibrar a abordagem das organizações ajudará as empresas a obter valor comercial mais rapidamente”, concluiu Manju Naglapur, vice-presidente sênior de soluções de nuvem, aplicações e infraestrutura da Unisys.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.