Decisões centradas em dados em prol de um data center sustentável 

Caminho para um data center verde não é apenas uma iniciativa de sustentabilidade é também uma decisão de negócios

Author Photo
8:40 am - 22 de maio de 2023
Foto: Shutterstock

A aceleração digital dos últimos anos resultou em uma nova era de informação. Para se beneficiar das atuais tecnologias emergentes, as empresas continuam a gerar dados a uma taxa exponencialEssa abundância também cria a necessidade de expandir locais físicos para armazenar e processar essa grande massa de dados. Isso gera uma preocupação para o meio ambiente, uma que vez que os data centers consomem grandes quantidades de energia – o que atrai o escrutínio de países e governos, que buscam reduzir sua pegada de carbono.  

Para conscientizar a indústria de tecnologia e as empresas que consomem e geram grandes quantidades de dados, é papel das organizações compreender esses impactos para o meio ambiente, de modo a mitigar e reajustar as suas práticas. Um dado da Agência Internacional de Energia estima que os data centers foram responsáveis por 1,3% da demanda global de eletricidade em 2021.

A agência também espera que esses números continuem a crescer, já que a demanda por energia cresce de 10% a 30% ao ano. Localmente, a Associação Brasileira de Data Centers estimou que o consumo dessas instalações no Brasil gira em torno de 1 GW. A título de comparação, em 2022, a matriz energética do País somou 185 GW de potência disponível.    

No mês de abril é lembrado mundialmente o Dia da Terra, que neste ano de 2023 foi celebrado no dia 22. A data serve como um chamado para conscientizar empresas, governos e sociedade de maneira geral para o fato de que o planeta precisa de cuidadose que priorizarmos uma economia de zero carbono é essencial para o futuro das próximas gerações. Na era dos dados gerados de forma exponencial a todo o momento, essa questão se torna essencialmente importante e desafiadora. 

Incrementar a implementação de data centers verdes, instalação com eficiência energética que minimiza o impacto ambiental, é crucial. O Uptime Institute estima que servidores ociosos desperdiçam cerca de 30% de sua energia consumida, o que explica a crescente preocupação com seu impacto ambiental. Alcançar a eficiência energética é uma jornada e começa com a avaliação do consumo de seus ativos de TI atuais. Abaixo, um exemplo de etapas orientadas por dados que podem ajudar organizações a fazerem a transição mais sustentável: 

Rastreie e avalie as métricas do data center 

De acordo com a Energy Aspects, o consumo elétrico é responsável por 40% a 60% dos custos operacionais dos data centersImportante se ter dados em tempo real e controle nos níveis de dispositivo e centro de dados. Dessa forma, é possível identificar oportunidades para economizar energia e reduzir as emissões de carbono. 

A plataforma certa de gerenciamento de sistemas permite o acompanhamento de todo o ciclo de vida dinfraestruturaÉ possível identificar problemas em potencial com antecedência e ficar de olho nos volumes de consumo de energia de unidades individuais para automatizar o gerenciamento térmico e de energia. Métricas relevantes a serem rastreadas incluem Eficiência de Uso de Carbono (CUE), Fator de Capacidade de Resfriamento (CCF), Eficiência de Espaço de Data Center (DCSE), Eficiência de Carbono Tecnológico (TCE) e Eficácia de Uso de Água (WUE). 

Entenda seu legado – quanta energia está sendo consumida 

O próximo passo é quebrar o consumo de energia para cada conexão na configuração de equipamentos. É necessário atenção especial às térmicas e ao resfriamento. Os data centers consomem energia, que por sua vez gera calor.  

Tudo importa, desde a eficiência e o design da CPU até o layout e o design do próprio data center. A otimização do espaço ocupado pelo data center e o uso de equipamentos com eficiência energética ajudarão a reduzir a quantidade de calor produzido. Reduzir o calor evita o desperdício de energia no processo de resfriamento. A indústria oferece muitos métodos de resfriamento, então é importante que se conheça as melhores soluções para otimizar consumo de energia e reduzir carga de Aquecimento, Ventilação e Ar-Condicionado (AVAC). 

Abandone tecnologias antigas e ineficientes 

As três áreas principais a serem consideradas ao substituir tecnologias antigas e ineficientes são gerenciamento de energia, térmicas e melhorias no processador. Nossa análise interna revelou que, em 2013, foram necessários seis servidores para realizar o que apenas um servidor pode fazer hoje. Otimizar o hardware necessário para atender às necessidades de negócios economiza dinheiro e energia ao mesmo tempo que reduz o lixo eletrônico. 

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

É essencial modernizar a infraestrutura de armazenamentoprocessando dados com mais eficiência e adotando inovações em tecnologias. Isso reduz a quantidade de equipamentos para gerenciar, alimentar e resfriar. Ao reduzir pegada física, também é possível reduzir a pegada de carbono. É possível, ainda, otimizar a vida útil da infraestrutura e construi-la à medida que ela cresce. 

O caminho para um data center verde não é apenas uma iniciativa de sustentabilidade – é uma decisão de negócios. Uma abordagem orientada por dados seria um caminho interessante a ser analisando. O planeta agradece. 

*Christiano Lucena é vice-presidente de Vendas da Dell Technologies para América Latina

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.