Materiais para Download
Descubra a Rede IT Mídia
Conheça os Fóruns

Cuidados ao mudar de carreira para permanecer no mercado no pós-pandemia

Os profissionais devem ficar ligados nas mudanças ocorridas durante o período de quarentena

Por  Susanne Anjos Andrade

10:33 - 15 de outubro de 2020
Compartilhar
Foto: Adobe Stock

A pandemia tem provocado um movimento de transformação no mercado de trabalho. Muitas profissões vêm sendo impactadas ou perderam espaço por causa do distanciamento social. Outras ganharam destaque e ascensão. A realidade é que, diante dos inúmeros efeitos causados pela pandemia, algumas mudanças de carreira vieram para ficar no mundo corporativo. É preciso estar atento às exigências das organizações no pós-pandemia, saber aproveitar as mudanças que a crise trouxe e aperfeiçoar a bagagem profissional para permanecer ativo no mercado de trabalho.

Dominar o uso de aplicativos e de ferramentas tecnológicas, por exemplo, será primordial para profissionais cujas atividades passaram a ser realizadas à distância, desde professores até vendedores, passando por corretores de imóveis e de seguros, por exemplo. Empresários de lojas físicas e proprietários de restaurantes que ainda não se adaptaram ao modelo delivery e às vendas online já perderam espaço para concorrentes mais antenados.

Profissionais de limpeza que atuavam em prédios comerciais e em  estabelecimentos que acabaram fechando as portas podem encontrar vagas em locais onde há muita circulação de pessoas, já que é essencial redobrar os cuidados com higienização e sanitização em lugares públicos, como hospitais, clínicas, shoppings e repartições públicas, por exemplo. Quem trabalha com atividades repetitivas corre o risco de ser substituído por robôs, já que profissões ligadas à tecnologia estão no compasso da transformação digital.

O constante aperfeiçoamento e a reciclagem são fundamentais para qualquer carreira, mas se você está pensando em mudar de profissão, deve tomar alguns cuidados. O primeiro ponto é identificar o seu propósito, o que te dá brilho nos olhos, é fazer algo que realmente faz sentido. Não faça um curso simplesmente porque há vagas disponíveis em determinada área ou porque a profissão está em expansão; pior ainda é fazer por estar na moda. Na verdade, o que precisa ser feito é um movimento de autoconhecimento para que a escolha seja realizada de maneira consciente.

Diante de tantas transformações no mercado de trabalho neste momento de pandemia, muitos profissionais acabam buscando uma nova carreira. A realidade é que as pessoas mudam por um desses dois motivos: pela dor ou pelo prazer. Podemos classificar como dor a dificuldade de se conseguir resultados positivos em uma determinada área, seja pela diminuição de demanda, perda de clientes ou até mesmo pelas necessidades de sobrevivência. A outra forma é pelo prazer, por reconhecer novas oportunidades, seja para empreender ou pela busca de melhor qualidade de vida, reduzindo o ritmo a partir de atividade que possibilite maior leveza de atuação, menos carga ou por expansão do negócio.

Riscos e ciladas

Ao tomar a decisão de mudar de profissão, é preciso ficar atento para evitar problemas futuros, pois tanto a empolgação quanto a pressa para tomar um novo rumo na vida pode esconder riscos e ciladas, caso não haja planejamento. É essencial poupar e aplicar dinheiro para se manter durante o tempo de aquecimento na nova profissão.

Outro ponto a ressaltar é mudar sem conhecer a realidade da profissão escolhida, seus desafio e dificuldades. Para lidar com isso, é válido ter contato com profissionais que atuam nesse mercado. Mas, creio que o mais importante é identificar se a escolha está alinhada ao seu propósito e não mudar porque está na moda. Do contrário, haverá uma empolgação inicial que no médio e longo prazo se transformará em frustração e desmotivação no dia a dia. Além de conhecer aspectos externos, o profissional precisa se conectar aos seus desejos internos.

Os 5 maiores erros ao mudar de carreira e como lidar com isso

– Um amigo ou alguém da família obteve sucesso em algum tipo de atividade e assim você vai na ‘onda’. Se aquilo não tem nada a ver com você, é bem provável que você se frustre com a experiência. Por isso, é importante identificar o seu propósito, o que realmente faz sentido em sua vida. Em meu livro “O poder da simplicidade no mundo ágil”, eu apresento uma ferramenta que ajuda na busca dessa identificação: “O melhor de mim”.

– Querer partir do zero, mudar completamente, eliminando toda a bagagem e experiência adquirida ao longo dos anos. Procure examinar como você pode aproveitar essa bagagem em sua nova profissão. Um profissional de tecnologia que decide atuar como coach, por exemplo, pode ser especialista em clientes dessa área, uma vez que já conhece bem o mindset desses profissionais e tem diversos contatos. Aproveite também essa rede de contatos profissional para fazer networking e potencializar oportunidades através de relacionamentos que você já tinha.

– Voltar a fazer uma graduação é perda de tempo. Faça uma pós, uma especialização ou até mesmo um curso de curta duração em sua área de interesse. Pratique e vá em frente, pois o mercado está cada vez mais aberto a contratar profissionais de diversas áreas para uma vaga específica. Há empresas que investem e treinam profissionais que apresentam habilidades paralelas importantes para uma determinada vaga.

– Não avaliar o contexto é outro erro muito comum. É essencial buscar uma visão mais sistêmica, mais estratégica dessa nova escolha. Quanto mais você se informar sobre as tendências da profissão no mercado de trabalho, melhor. Leituras elucidativas e conversas com profissionais que atuam na área ajudam bastante, assim como ferramenta de busca de contatos e conexões para um maior entendimento.

– O último ponto que eu destaco é correr o risco de mudar sem se preparar para concorrer com quem está no mercado há mais tempo. É preciso estar preparado, se aperfeiçoar, realizar cursos, desenvolver habilidades e treinar. Além disso, busque um diferencial para você se destacar a partir de um posicionamento.

Ao mudar, foque no presente e vá em frente buscando se desenvolver de maneira contínua, o que é essencial para o seu sucesso.

 

Susanne Anjos Andrade é autora dos best-sellers “O Poder da Simplicidade no Mundo Ágil”, “O Segredo do Sucesso é Ser Humano”, e do livro digital “A Magia da Simplicidade”. É coach, palestrante e professora de cursos de MBA pela FIAP em disciplinas sobre carreira, coaching, liderança e gestão da mudança para a transformação digital. É Head de Soft Skills na NL Pro, e sócia-diretora da A&B Consultoria e Desenvolvimento Humano, empresa que criou o “Modelo Ágil Comportamental”. Também atua como voluntária no Grathi e é colunista no portal IT Forum 365, na coluna Desenvolvimento Humano 4.0.

 

Load more