São Paulo abrigará o segundo centro de engenharia do Google no Brasil

Novo espaço é fruto da parceria entre o Google e o IPT, através do IPTOpen, e começará a operar em 2026

Author Photo
3:12 pm - 21 de fevereiro de 2024
Google IPT Centro Engenharia São Paulo Fábio Coelho, presidente do Google Brasil, Vahan Agopyan, secretário estadual de CIência, Tecnologia e Inovação, Tarcisio de Freitas, governador de São paulo, e Liedi Bernucci, diretora-presidente do IPT (Imagem: Rafael Romer/IT Forum)

O Governo do Estado de São Paulo e o Google anunciaram nesta quarta-feira (21) uma nova parceria para instalação de um centro de engenharia da gigante da tecnologia na capital paulista. A unidade ficará localizada no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), que é vinculado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado. Este será o segundo centro de engenharia do Google no Brasil. O primeiro espaço do tipo foi inaugurado em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 2016.

A ação conjunta é parte do IPT Open, iniciativa que visa promover o ecossistema de inovação do Estado de São Paulo através de parcerias entre o setor público, privado e a academia. “IPT Open é um programa que abriu as portas do IPT para que empresas abrigassem parte de sua pesquisa e desenvolvimento (P&D) no IPT”, disse Liedi Bernucci, diretora-presidente do IPT, durante a cerimônia de anúncio da iniciativa. “A proximidade entre empresas, governo e academia podem fomentar e acelerar o processo de desenvolvimento de projetos importantes”, completou.

“O grande desafio de São Paulo é a inovação. Nós somos, como Estado, um grande produtor de conhecimento – não somente em quantidade, mas em qualidade, a produção ciêntífica de São Paulo é acima da média mundial –, mas podemos melhorar muito no volume de conhecimento de desenvolvemos. Para isso, o grande desafio é conseguir a sinergia”, completou Vahan Agopyan, secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação.

O centro de engenharia do Google estará sediado no Prédio 1 do IPT, um dos principais do complexo. A estrutura será revitalizada e adaptada com recursos de acessibilidade e sustentabilidade – como placas fotovoltaicas para geração de eletricidade. A ideia, no entanto, é respeitar a estrutura histórica do edifício, que soma 7 mil metros quadrados.

Leia também: Impacto das GovTechs no setor público: como mensurar resultados e ultrapassar desafios?

As obras serão iniciadas no segundo semestre de 2024, e terão o escritório Brasil Arquitetura como o responsável pelo projeto. A expectativa é que o centro esteja pronto para receber os primeiros profissionais ainda no início de 2026. O programa tem uma duração prevista de 10 anos.

“Esse centro de engenharia da Google no Estado de São Paulo será um marco”, disse Tarcísio de Freitas, governador de São Paulo. “A gente ganha muito com isso. Na abertura de oportunidades, no treinamento e capacitação, na geração de empregos e de perspectivas – o profissional não vai mais precisar sair do Brasil para ir trabalhar no Google, vai trabalhar aqui mesmo”.

O Google não confirmou o valor do investimento no novo centro de engenharia. Também não foi revelada a quantidade de profissionais que trabalharão no espaço. O Prédio 1 do IPT, no entanto, tem uma estrutura capaz de abrigar até 400 pessoas.

De acordo com a empresa, projetos de inteligência artificial , segurança digital e privacidade serão alguns dos focos principais do novo centro. O espaço de São Paulo também terá uma atuação multidisciplinar e trabalhará em conjunto com o espaço do Google em Belo Horizonte. Além dos projetos de inovação, a ideia é que a iniciativa desempenhe o papel de hub para a promoção do uso de tecnologia e compartilhamento de conhecimento.

Para Fábio Coelho, presidente do Google Brasil, o centro de São Paulo trará acesso ao Google à grande densidade engenheiros do estado e da cidade de São Paulo, e tem o potencial de se tornar uma iniciativa maior que o centro de Belo Horizonte. A empresa, no entanto, busca uma “complementação” entre os dois espaços, não a superação de um pelo outro.

“Esse momento marca uma nova janela de oportunidade para trazer inovação, eficiência, ciência e tecnologia para o Brasil em um momento que todo mundo fala de uma nova onda, com a inteligência artificial”, disse Coelho. “A gente espera que esse seja o primeiro passo de outros que estão por vir e que ajude a alavancar e potencializar todo o talento brasileiro que pode estar trabalhando, desenvolvendo e empreendendo dentro da área de tecnologia.”

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

Tags:
Author Photo
Rafael Romer

Rafael Romer é repórter do IT Forum. É bacharel em Comunicação Social – Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Tem mais de 12 anos de experiência na cobertura dos segmentos de TI, tecnologia e games, com passagens pelo Olhar Digital, Canaltech, Omelete Company, Trip Editora e IG.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.