Como decidir entre internalizar ou terceirizar desenvolvimento de software na empresa?

A decisão sobre terceirizar ou utilizar recursos internos não é fácil devido à ausência de critérios bem definidos e um framework claro para orientar

Author Photo
10:30 am - 06 de março de 2024
terceirizar software

A terceirização para desenvolvimento de software sempre foi uma estratégia viável para companhias que buscam ampliar sua capacidade de desenvolvimento de produtos, acelerar o time-to-market ou ganhar acesso a novas competências.

No entanto, a decisão sobre terceirizar ou utilizar recursos internos não é fácil devido à ausência de critérios bem definidos e um framework claro para orientar os executivos.

Leia mais: Seis preocupações de cibersegurança relacionadas à IA

Nesse contexto, para auxiliar na tomada de decisão, alguns fatores devem ser levados em conta, dentro das seguintes frentes: Competências, Gestão de Custos, Produtividade, Alocação de Recursos, Prazos, Controle de Qualidade, Segurança e Comunicação. Tendo isso em mente, agora é hora de elaborar um guia, considerando os prós e contras entre as seguintes ações:

Alinhamento estratégico x Acesso a talentos especializados

A utilização de equipes internas é benéfica quando a iniciativa é central para a missão da empresa, promovendo o desenvolvimento de competências vitais para o futuro da organização. Além disso, manter o conhecimento internamente minimiza riscos associados à rotatividade de pessoas. Por outro lado, a desvantagem é a possível limitação no acesso a talentos e habilidades especializadas, que podem não estar disponíveis ou serem custosas para a instituição.

Controle e transparência de custos x Flexibilidade na alocação de recursos ou custos fixos menores

Em alguns cenários com terceiros, os custos podem ser opacos, contudo o desenvolvimento interno oferece maior controle e visibilidade sobre as despesas associadas ao projeto. Já o modelo outsourcing se destaca pela capacidade de escalar ou reduzir investimentos de acordo com as necessidades da própria proposta ou da organização. Além disso, os custos fixos associados à terceirização também são menores.

Integração organizacional x capacidade de produção

Um time interno facilita a comunicação e a colaboração entre diferentes departamentos, promovendo uma integração mais eficaz. Ao considerar empresas especializadas em subcontratação, há uma maior capacidade de produção, com foco exclusivamente no projeto, o que possibilita a aceleração da entrega.

Seleção de talentos x agilidade na contratação

O desenvolvimento interno permite um controle mais refinado na escolha de talentos alinhados às necessidades específicas da companhia. Em contrapartida, a terceirização pode oferecer maior velocidade e eficiência na mobilização de recursos, evitando os atrasos associados aos processos internos de contratação.

Engajamento x flexibilidade do time

Equipes internas tendem a ter um maior senso de ownership com o projeto e alinhamento dos objetivos da empresa. Por outro lado, o modelo com contratação externa permite uma adaptação mais ágil do time de acordo com as demandas, facilitando o aumento ou redução de pessoal conforme a necessidade.

Gestão de qualidade x diversidade de perspectivas

A gestão interna facilita a implementação e o monitoramento de padrões de qualidade. Todavia, no outsourcing é possível introduzir novas visões e processos que desafiam e enriquecem os padrões internos.

Controle sobre propriedade intelectual x Gestão de incidentes de segurança

O desenvolvimento interno oferece controle mais rigoroso sobre a propriedade intelectual e a segurança dos dados. Ao mesmo tempo,  um time externo pode oferecer maior responsividade a incidentes sem tirar foco no desenvolvimento de features e produtos novos.

Alinhamento cultural e comunicacional x Diversidade de ideias e abordagens

O desenvolvimento interno favorece a congruência cultural e facilita a comunicação. A terceirização, por sua vez, pode oferecer desafios de comunicação como fusos horários e diferenças culturais.  Em contrapartida, também pode trazer maior diversidade de perspectivas e abordagens.

Levando em conta todos os pontos, é sempre importante destacar que a escolha entre terceirização e desenvolvimento interno deve ser uma decisão estratégica, ponderando cuidadosamente todos os fatores para alinhar as necessidades da instituição, necessidades do projeto, e  recursos disponíveis.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias! 

Tags:
Author Photo
João Zanocelo

Head de Produto e Marketing e cofundador da BossaBox.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.