Top 10: invenções da NASA que usamos no nosso dia a dia

Lista do Kennedy Space Center mostra tecnologias desenvolvidas agência espacial americana e que estão em nossas casas

Author Photo
1:35 pm - 21 de fevereiro de 2024
HPE, NASA Imagem: NASA/Divulgação

Você sabia que, neste exato momento, pode estar fazendo uso de alguma invenção desenvolvida pela NASA? O programa espacial americano é responsável por alguns dos avanços tecnológicos mais importantes da nossa história – e não estamos falando só de foguetes.

Muitas dessas inovações passaram por adaptações e melhoraram a vida na terra. De dispositivos de comunicação e monitoramento a sistemas de navegação, até mesmo a câmera do seu celular e o famoso “travesseiro da NASA” são algumas das conquistas do programa espacial.

Abaixo confira um Top 10 dos inventos que ganharam nosso dia a dia, elencados pelo Kennedy Space Center:

Câmera de telefone

Talvez a mais utilizada por todos atualmente, afinal, quem é que não tem um smartphone hoje em dia não é mesmo? Na década de 1990, uma equipe do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) trabalhou para criar câmeras pequenas o suficiente para caber em espaçonaves e com qualidade científica – 1/3 de todas as câmeras contém tal tecnologia.

Fórmula enriquecida para bebês

Papinhas e fórmulas de leite artificial para bebês já existiam, mas foi graças a uma pesquisa patrocinada pela NASA, que explorou o uso de algas em viagens espaciais de longa duração, que se chegou a um ingrediente de enriquecimento nutricional.

Precisão do GPS

Desenvolvido nos anos 1970, o sistema de posicionamento global, mais conhecido pela sigla GPS, foi uma importante invenção, mas que ficou ainda melhor com o dedo da NASA que, na década de 1990, criou um software para corrigir erros nos dados transmitidos na rede global de receptores de GPS. Com isso a tecnologia ficou cada vez mais aprimorada, até chegarmos a alta precisão que temos hoje.

Leia também: JumpCorp e PUC-Campinas anunciam laboratório de IoT e IA

Calçados atléticos

Neste caso, em particular, a fala de Neil Armstrong, sobre “um enorme salto para a humanidade” vem totalmente a calhar. Os tênis Nike Air não existiriam se não fosse pela tecnologia de construção de trajes desenvolvida pela NASA. Foi um então engenheiro da agência espacial quem primeiro apresentou a ideia.

Aspirador portátil

A NASA abordou a Black & Decker para desenvolver um dispositivo leve para coletar amostras na lua. A empresa então usou tal tecnologia para criar o Dustbuster em 1979. O aspirador portátil obteve sucesso imediato – vendendo mais de um milhão no primeiro ano. Embora não fosse muito poderoso, a conveniência triunfou e evoluiu com os anos.

Espuma de memória

Quem nunca viu para vender ou tem um famoso “travesseiro da NASA”? Mas, que fique claro: a agência espacial norte-americana NUNCA desenvolveu um travesseiro se quer para astronautas que dirá para nós. No entanto, a tecnologia desse produto é consequência de um material criado pela NASA na década de 1970.

A incrível espuma com elevada dissipação de energia, chamada viscoelástica. Quando a patente passou a ser de domínio público ganhou o mercado de travesseiros, colchões e acessórios esportivos.

Fones de ouvido sem fio (wireless)

A NASA, sendo uma das precursoras do avanço da tecnologia de comunicação, desenvolveu esses fones de ouvido wireless para permitir que os astronautas ficassem com as mãos livres, sem fios.

Lentes resistentes a arranhões

Também devemos à agência espacial norte-americana o benefício das lentes resistentes a arranhões em nossos óculos. Para evitar que pó e partículas pudessem danificar as viseiras dos capacetes dos astronautas, a NASA desenvolveu um processo para criar lentes anti-riscos.

O Lewis Research Center criou uma técnica que foi desenvolvida e patenteada. E assim, a indústria óptica adotou rapidamente tal tecnologia para tornar os óculos 10x mais resistentes a riscos do que anteriormente.

Termômetros de ouvido

A NASA e a Diatek desenvolveram um termômetro auditivo que usa tecnologia de astronomia infravermelha para medir a quantidade de energia emitida pelo tímpano. E assim temos versões que podem medir a temperatura em menos de 2 segundos.

Aparelhos dentais transparentes

A Alumina Policristalina Translúcida (TPA, na sigla em inglês) foi desenvolvida inicialmente para proteger antenas infravermelhas no espaço. No entanto, a cerâmica translúcida acabou caindo nas graças dos fabricantes de aparelhos ortodônticos nos anos 1980, uma vez que permitiu a criação de aparelhos mais resistentes do que os clássicos metálicos cuja transparência foi um atrativo estético.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias! 

Author Photo
Redação

A redação contempla textos de caráter informativo produzidos pela equipe de jornalistas do IT Forum.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.