Service IT migra banco de dados dos Correios

Novo ambiente trouxe evolução no processamento da folha de pagamento e cálculo de benefícios, que está 20 vezes mais rápido

Author Photo
12:30 pm - 23 de fevereiro de 2024
Correios celular, aplicativo Meu Correiros, smartphone correios. Service IT Imagem: Shutterstock

Service IT, empresa de consultoria de TI, cibersegurança e outsourcing, divulgou essa semana detalhes do projeto de migração e gerenciamento da plataforma de banco de dados em nuvem privada Oracle dos Correios. O projeto trouxe, segundo as partes envolvidas, mais estabilidade e performance em processos internos da instituição, e aumentou a velocidade dos processos da folha de pagamento e cálculo de benefícios em 20 vezes.

Os Correios somam atualmente 86 mil empregados diretos em 5.570 municípios brasileiros. E vivem um processo de transformação e modernização, que incluiu uma licitação para migrar 22 bases de ambiente legado, ou mais de 200 terabytes de dados.

A Service IT venceu essa concorrência e comandou a transição para Oracle ExaCC. O objetivo foi trazer mais estabilidade e segurança aos processos internos da instituição. A empresa de tecnologia ficará responsável, por 48 meses, pelo gerenciamento de dados e equipamentos em Brasília e São Paulo.

Leia também: Caixa terá concurso para 2 mil na área de TI

“Um dos principais desafios do projeto foi o cronograma justo para migração de um ambiente antigo que contava com equipamentos SPARC T5 em ambiente Unix. Os Correios precisavam que fosse feita em até 1 ano”, lembra Leandro Wienen, gerente de vendas para governo da Service IT. “Entre receber os equipamentos e finalizar a entrega da transição completa, foram apenas 11 meses.”

Segundo o executivo, o que seria feito normalmente em 1 ano e meio, em média, foi completado bem antes. O projeto substituiu máquinas com mais de 10 anos de uso.

Resultados para os Correios

Cerca de 8 meses após a migração, os Correios já registram evolução nos processos: antes a empresa precisava de 6 horas para rodar completamente a folha de pagamento e agora esse tempo foi reduzido para apenas 2 horas.

O tempo de cálculo de benefícios – como vale-alimentação e refeição – também diminuiu, de 50 minutos para 11 minutos, e o de vale-transporte de 45 minutos para apenas 2 minutos.

Segundo os Correios, o cliente final da estatal também sentiu melhorias, já que os processos internos estão mais rápidos e, consequentemente, os serviços digitais, como as consultas online, também. “Estamos em um mercado altamente competitivo e trabalhamos com prazo, então a flexibilidade que o projeto nos trouxe possibilitou mais eficiência, com ganho de produtividade geral”, diz Maria do Carmo Lara Perpétuo, diretora econômico-financeiro, de tecnologia e segurança da Informação dos Correios.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

Author Photo
Redação

A redação contempla textos de caráter informativo produzidos pela equipe de jornalistas do IT Forum.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.