Rolls-Royce usará computação quântica para desenvolver motores a jato

Com tecnologia da Nvidia, empresas projetam e simulam motores que poderão ser mais eficientes e que possam apoiar transição energética da fabricante

Author Photo
9:21 pm - 22 de maio de 2023
Rolls-Royce, motor, jato, avião, turbina Foto: Divulgação

A Nvidia, Rolls-Royce e Classiq, empresa de software quântico, estão utilizando computação quântica para desenvolver formas de levar maior eficiência a motores a jato. As empresas recorreram à plataforma de computação quântica da Nvidia para projetar e simular um circuito de computação quântica para dinâmica de fluidos computacional (CFD).

O circuito mede 10 milhões de camadas de profundidade com 39 qubits.

Já a Rolls-Royce e sua parceira, a Classiq, com sede em Israel, projetaram o circuito usando mecanismo de síntese e o simularam usando GPUs. Segundo a Nvidia, a velocidade e a escala do processo foram possibilitadas pelo cuQuantum, um kit de desenvolvimento de software que inclui bibliotecas e ferramentas otimizadas para acelerar os fluxos de trabalho da computação quântica.

Leia também: Moderna usará computação quântica e IA da IBM na fabricação de vacinas

A fabricante planeja usar o novo circuito em sua jornada em CFD para modelar o desempenho de projetos de motores a jato em simulações que usam métodos de computação clássica e quântica.

Com a tecnologia, a Rolls-Royce mira também planos para construir motores a jato de última geração que apoiem sua transição energética para uma aviação mais sustentável.

“Projetar motores a jato, que são um dos dispositivos mais complicados do mundo, é caro e desafiador computacionalmente”, diz Ian Buck, vice-presidente de hiperescala e HPC da Nvidia. “A plataforma de computação quântica oferece um caminho potencial para enfrentar esses problemas enquanto acelera sua pesquisa e desenvolvimento futuro de motores a jato mais eficientes.”

“Aplicar os métodos de computação clássica e quântica diretamente ao desafio de projetar motores a jato nos ajudará a acelerar nossos processos e realizar cálculos mais sofisticados”, afirma Leigh Lapworth, pesquisador de ciência computacional da Rolls-Royce.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.