Motorola aporta R$ 25 milhões em parceria com Universidade Federal de Manaus

Nos últimos cinco anos, empresa afirma ter investido R$ 500 milhões na região da Amazônia Ocidental como parte da Lei de informática

Author Photo
3:58 pm - 29 de novembro de 2023
Motorola Imagem: Divulgação

A Motorola anunciou nesta semana uma parceria com a Universidade Federal de Manaus, que visa incrementar e fortalecer o desenvolvimento de projetos de inovação e a formação de estudantes do pólo tecnológico do Estado do Amazonas. Com o acordo, a empresa aportou R$ 25 milhões na expansão do prédio do Instituto de Computação da UFAM, com oito novas salas de aula e quatro laboratórios de pesquisa.

O aporte será convertido também em novos equipamentos e recursos de última geração, que irão auxiliar na realização de projetos de pesquisa, treinamentos e capacitações.

De acordo com a Motorola, os laboratórios incluem áreas dedicadas à pesquisa em câmera e performance, segurança da informação, detecção de invasão de aparelhos, entre outros projetos. Os espaços foram projetados com cerca de 100m² de área útil, estão distribuídos em quatro andares.

Leia mais: Unidade B2B da Motorola aposta em IA e no setor de trade marketing para crescer

Em 2017, a Motorola deu início à produção de celulares em Manaus, complementando sua operação da fábrica de Jaguariúna e consolidando sua presença no mercado brasileiro. No início de 2018, iniciou projetos de pesquisa na Amazônia Ocidental em colaboração com instituições públicas e privadas.

O novo investimento anunciado se soma às iniciativas da companhia na região realizadas nos últimos cinco anos. No período, a Motorola investiu cerca de R$ 500 milhões como contrapartida da Lei da Informática em parcerias com Universidades e Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs) da chamada região Amazônica Ocidental (Amazonas, Acre, Amapá e Rondônia). Segundo a Motorola, os esforços e investimentos contribuíram com a implementação de 14 laboratórios, mais de 500 alunos capacitados, cerca de 50 projetos desenvolvidos, além de 40 publicações científicas.

“Os esforços representam não apenas um avanço nas operações da Motorola na região, mas também destacam o compromisso da empresa com a inovação, com a pesquisa colaborativa, com o desenvolvimento de recursos humanos de alta qualidade”, afirma Rodrigo Vidigal, presidente da Motorola do Brasil.

A empresa destaca que suas iniciativas em Pesquisa & Desenvolvimento no Brasil começaram ainda em 1997, um ano após a inauguração do campus da empresa no Brasil, em Jaguariúna (SP), com a identificação das necessidades locais e a formação de profissionais capacitados, em parceria com universidades. Nos últimos dez anos, a Motorola afirma ter investido cerca de R$ 3 bilhões no País, além de implementar processos e obter certificações internacionais, criando centros de competência em vários segmentos dentro do universo de telecomunicações.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

Author Photo
Redação

A redação contempla textos de caráter informativo produzidos pela equipe de jornalistas do IT Forum.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.