Ford apresenta centro de monitoramento de veículos conectados

Command Center foi desenvolvido por engenheiros no Brasil e pretende tornar preventivo o cuidado com veículos na América do Sul

Author Photo
12:00 pm - 12 de março de 2024
Luciano Driemeier, Ford Luciano Driemeier, da Ford. Foto: Divulgação

Nos últimos dias, durante o primeiro encontro da série Ford Experts, a fabricante americana demonstrou o Command Center, plataforma criada pela engenharia da filial brasileira para monitoramento da saúde de veículos conectados da marca na América do Sul. É um avanço na estratégia da Ford na região, que oferece conectividade de série na linha de carros vendidos no Brasil atualmente, com modens embarcados de fábrica.

Segundo a empresa, o diferencial da solução é a integração de sete sistemas diferentes, incluindo os de manufatura, qualidade e serviços. Com auxílio da inteligência artificial, os dados desses sistemas são analisados e priorizados para que decisões sejam tomadas de forma preventiva.

Leia também: Empresas da América Latina investirão 25% do orçamento em IA

“Todos os dias, o Command Center lê, filtra e cruza 90 milhões de linhas de dados dos mais de 100 mil veículos conectados da Ford no Brasil e na Argentina, e entrega, em poucos cliques, respostas que levariam ao menos dois dias inteiros de trabalho, se feito manualmente”, diz em comunicado Luciano Driemeier, gerente global de novos negócios conectados da Ford.

A fabricante diz que a central permite acompanhar os veículos desde a fabricação, passando pelo transporte, venda e uso nas ruas. “É uma grande mudança de paradigma na forma de pensar e trabalhar. Não utilizar mais a falha como gatilho para ações de qualidade, mas sim agir preventivamente”, pondera Driemeier.

Segundo a empresa, a inteligência artificial é uma grande aliada no processo. “Apostamos nos dados dos veículos conectados e na inteligência artificial, que permite que o engenheiro desempenhe funções de maior valor”, diz.

Ford <Enter>

O evento também serviu de encerramento para a segunda turma do Ford <Enter>, programa que capacita pessoas de baixa renda para atuar no mercado de tecnologia. Os alunos desenvolveram projetos de melhoria da mobilidade em grandes cidades com o uso da conectividade.

Cerca de 100 alunos já foram formados no curso, desenvolvido pela Ford Brasil e pelo Ford Fund, em parceria com a Global Giving e o Senai-SP.

“Com o Ford <Enter>, estamos preparando a nova geração dos profissionais que vão atuar nessa área. Se de um lado temos uma gama de oportunidades, do outro, há milhares de pessoas que não têm acesso a empregos de qualidade por falta de capacitação”, diz Rogelio Golfarb, vice-presidente da Ford América do Sul.

O sucesso do programa no Brasil, segundo à Ford, levou à expansão para outros países da América do Sul, incluindo Argentina, Chile, Peru e Colômbia.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

Author Photo
Redação

A redação contempla textos de caráter informativo produzidos pela equipe de jornalistas do IT Forum.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.