SAP detalha medidas de suporte em meio à crise climática no Rio Grande do Sul

Iniciativas incluem doações, acolhimento de funcionários, suporte emocional e flexibilização no trabalho

Author Photo
6:24 pm - 28 de maio de 2024
Imagem: Shutterstock

A recente tragédia climática que atingiu o Rio Grande do Sul mobilizou diversas empresas da região, incluindo a SAP, que possui o SAP Labs Latin America, localizada em São Leopoldo, uma cidade diretamente impactada pelas inundações. Em entrevista ao IT Forum, Adriana Kersting, diretora de Recursos Humanos da SAP Labs Latin America, detalhou as ações adotadas pela empresa para enfrentar a crise.

Leia também: Rio Grande do Sul: operadoras de telefonia liberam internet grátis

Medidas internas

Desde o início dos problemas, a empresa reconheceu a gravidade da situação e priorizou a segurança e bem-estar dos funcionários. “Nossa primeira ação foi flexibilizar para que todos pudessem trabalhar totalmente em home office, além de proporcionar a liberdade de dialogar com seus gerentes sobre suas necessidades específicas”, explicou Adriana.

Conforme a situação se agravou, afetando cerca de 10% dos colaboradores, o SAP Labs intensificou suas ações, estabelecendo um espaço na empresa para abrigar funcionários e suas famílias afetadas. “Nós passamos de uma flexibilização para um acolhimento mais direto”, disse Adriana, destacando que a iniciativa incluiu não apenas hospedagem, mas também suporte emocional e atividades que proporcionaram algum alívio, como um churrasco especial no Dia das Mães.

A sede da SAP Labs, situada em uma área mais elevada, não sofreu danos diretos e tem servido como um ponto de apoio. “Nossa sede não foi atingida, e temos conseguido manter água, eletricidade e internet, proporcionando um local seguro para os funcionários que precisam”, comentou Adriana.

Mobilizações externas

Além das medidas internas, a SAP também mobilizou uma campanha de doações e voluntariado. A empresa escolheu organizações parceiras de longa data para canalizar suas doações, assegurando que a ajuda chegue de maneira eficaz a quem mais precisa. A área de Responsabilidade social corporativa da SAP está contribuindo com as instituições Junior Achievement, Mundo Mais Limpo e Misturaí, por meio de fundos para projetos de resposta a desastres e reconstrução de longo prazo.

Uma campanha global foi lançada na qual funcionários podem contribuir financeiramente, e o board da SAP fará uma doação no mesmo valor arrecadado. A soma das duas iniciativas de Responsabilidade social corporativa já ultrapassa US$ 300 mil.

Os escritórios da SAP em São Paulo e Rio de Janeiro também iniciaram uma campanha de arrecadação de roupas, alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal, material de limpeza, itens de vestuário, brinquedos, cobertores, roupa de cama e banho. Esses itens estão sendo encaminhados à Defesa Civil via Correios para o Rio Grande do Sul.

Outra iniciativa externa é a liderança da criação de uma coalizão de empresas para apoiar as iniciativas do Governo do Rio Grande do Sul por meio do Movimento Brasil Competitivo.

Flexibilidade na SAP

A empresa destacou a flexibilidade oferecida aos funcionários, permitindo que aqueles que desejam e podem continuar trabalhando façam isso de maneira adaptada às suas condições atuais. Para os que enfrentam desafios maiores, a SAP tem dado suporte adicional e tempo para que possam se reorganizar.

“Os funcionários que têm condições de trabalhar podem continuar suas atividades em home office, participando de reuniões e mantendo suas responsabilidades”, afirmou Adriana. “Por outro lado, entendemos que muitos estão lidando com questões emocionais e familiares significativas. Portanto, estamos concedendo flexibilidade total para que possam focar em suas necessidades pessoais sem a pressão de prazos e entregas”.

Funcionários que necessitam de infraestrutura adicional, como energia elétrica e internet, têm a opção de utilizar a sede da empresa. “Alguns colegas preferem vir ao escritório devido à falta de serviços essenciais em suas residências. Oferecemos esse espaço como um refúgio seguro, onde podem continuar trabalhando com os recursos necessários”, explicou.

Segundo a gerente, a SAP também está atenta ao estado emocional dos funcionários. “Estamos fornecendo apoio psicológico e encorajando os líderes a manterem um diálogo aberto com suas equipes. Nosso objetivo é assegurar que todos se sintam acolhidos e possam retornar ao trabalho quando estiverem prontos”.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias! 

Author Photo
Pamela Sousa

Redatora no IT Forum, é graduada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria, RS. Com 2 anos de experiência em produção de conteúdo, concentra-se na elaboração de reportagens e artigos jornalísticos.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.