EY Institute e Eu Capacito encerram formação gratuita de 2,2 mil alunos

Público é formado por pessoas com acesso limitado à educação; aprovados foram convidados para processo seletivo de trainees da EY

Author Photo
9:11 pm - 16 de março de 2023
estudante, aluna, computador, caderno, jovem, oportunidades em tecnologia Foto: Shutterstock

O EY Institute, organização social que busca gerar impacto por meio da educação, anunciou essa semana o encerramento da 3ª edição do EY Empodera. O programa de capacitação é gratuito, oferecido por meio da plataforma Eu Capacito, do Instituto IT Mídia, e é voltado para as classes C, D e E. Foram aprovados, nessa edição, 2.294 alunos, número recorde.

Ao longo de três meses, os participantes tiveram acesso a 75 horas de treinamento disponíveis no Eu Capacito. O EY Empodera, que já impactou positivamente mais de 2.200 pessoas em todo o Brasil, e foi desenvolvido a partir do trabalho de 60 voluntárias e voluntários do EY Institute, em sua grande maioria profissionais da EY.

A turma da terceira edição do EY Empodera contou com inscrições de participantes de cinco países – Brasil, Angola, Portugal, Inglaterra e Irlanda. Em território nacional, o programa teve inscritos de 24 estados e do Distrito Federal.

Leia também: Mulheres são apenas 25% nos quadros societários de empresas de TI no Brasil

Nessa última turma, 61% dos alunos se autodeclararam negros e/ou pardos, 62% são mulheres, 3% têm alguma deficiência, 3% são LGBTQIA+ (incluindo transgêneros e não binários) e 4% têm 50 anos ou mais.

As aulas foram assíncronas, para que o candidato assistisse aos conteúdos quando preferisse. Também fizeram parte do programa encontros ao vivo com mentores para tirar dúvidas. Os módulos abordaram temas como Marca Pessoal, Agile, Comunicação e Língua Portuguesa, LinkedIn, Excel, DevOps, Python, Finanças Pessoais, Governança de Dados, Engenharia de Dados e Futuro do Trabalho.

Os candidatos foram escolhidos a partir de um processo seletivo. Entre os pré-requisitos era necessário pertencer às classes C, D ou E; estar cursando a partir do 2º semestre da graduação ou ter até 2 anos de formado. Para quem tem mais de 50 anos, era necessária graduação completa.

Além disso, era preciso ter interesse nas carreiras de Auditoria, Consultoria e Tecnologia.

Parceria

A 3ª edição do EY Empodera foi construída em parceria entre EY, EY Institute, e Eu Capacito, do Instituto IT Mídia. Com foco em diversidade e inclusão, o programa visa contribuir para a empregabilidade de pessoas com deficiência e em situação de vulnerabilidade social por meio do desenvolvimento de competências em: negócios, liderança pessoal e tecnologia.

“Ficamos muito felizes com a parceria com o EY Institute. Levar o conteúdo do EY Empodera por meio do Eu Capacito a todas as regiões brasileiras vai ao encontro da nossa missão de promover acesso, inclusão e formação de qualidade aos profissionais da Economia Digital”, analisa Vitor Cavalcanti, diretor-geral do Instituto IT Mídia.

Além da capacitação profissional, os alunos são convidados para participar do processo seletivo da EY, o BeYellow, programa de trainee da organização.

Durante cerimônia de encerramento do curso, Luiz Covo, vice-presidente do EY Institute e sócio da EY, aproveitou o encontro para enfatizar que o EY Empodera foi “construído com muito carinho e acreditamos que já está consolidado como um espaço de oportunidades”.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.