Claude 3: Anthropic afirma que nova versão supera líderes do mercado de IAGen

A startup de IA lançou o Claude 3 Opus, afirmando que a nova versão supera o Google e a OpenAI em testes padrão de referência

Author Photo
5:35 pm - 07 de março de 2024
anthropic

A startup de inteligência artificial Anthropic anunciou o lançamento do Claude 3 Opus, um novo chatbot que promete desafiar líderes do mercado, como Google e OpenAI, em testes de referência. Com foco em análise científica e geração de código, a nova tecnologia está sendo oferecida pela Anthropic por uma assinatura mensal. O Claude 3 Opus é o modelo de maior desempenho da nova família lançada pela empresa nesta segunda-feira.

A Anthropic anunciou a nova família de modelos Claude 3, que, segundo a startup, “estabelece novos padrões na indústria em uma ampla gama de tarefas cognitivas”. A família inclui três modelos de última geração em ordem crescente de capacidade: Claude 3 Haiku, Claude 3 Sonnet e Claude 3 Opus.

Leia mais: Ferramentas de IA geram imagens enganosas e desafiam integridade eleitoral, revelam pesquisadores 

Os modelos Claude 3 oferecem resultados quase instantâneos, diz a empresa, impulsionando chats de atendimento ao cliente em tempo real, autocompletar e tarefas de extração de dados. O Haiku, o modelo mais rápido e econômico, pode analisar artigos de pesquisa complexos com gráficos em menos de três segundos. O Sonnet é duas vezes mais rápido que os modelos anteriores, ideal para tarefas que exigem respostas rápidas, enquanto o Opus mantém velocidades semelhantes, mas oferece níveis de inteligência significativamente mais altos, de acordo com o anúncio da empresa.

A startup afirma que o Opus supera seus concorrentes na maioria dos benchmarks de avaliação comuns para sistemas de IA, incluindo conhecimento especializado de nível de graduação (MMLU), raciocínio especializado de nível de pós-graduação (GPQA), matemática básica (GSM8K) e outros.

“Ele consegue lidar com prompts abertos e cenários desconhecidos com uma fluidez notável e uma compreensão semelhante à humana. O Opus nos mostra os limites do que é possível com a inteligência artificial generativa”, diz a empresa.

A Anthropic também oferece aos usuários corporativos a oportunidade de construir seus próprios chatbots e serviços utilizando as tecnologias Opus e Sonnet. Ambas as versões podem processar imagens além de texto, analisando fluxogramas e resolvendo problemas matemáticos que incluam diagramas e gráficos. No entanto, a tecnologia não será capaz de gerar imagens, uma limitação que foi evidenciada quando o Google suspendeu a capacidade do Gemini de produzir rostos humanos após o surgimento de imagens controversas de viés sobre a Segunda Guerra Mundial.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

 

Author Photo
Redação

A redação contempla textos de caráter informativo produzidos pela equipe de jornalistas do IT Forum.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.