Microlocalização como estratégia para gerenciamento de equipes

Modelo também amplia a eficiência operacional, defende especialista da Ahgora

Author Photo
8:07 am - 20 de setembro de 2018

O aprimoramento das tecnologias de GPS (Sistema de Posicionamento Global) tornaram o seu uso algo comum em diversos setores. Com essas tecnologias somos capazes de seguir as direções em um mapa em tempo real, por exemplo.

Essas ferramentas alteram a forma como nos locomovemos e interagimos com o ambiente e com as tecnologias. Mas, além disso, elas podem alterar o modo como as pessoas são gerenciadas nas organizações. Integrando aplicações inovadoras em gestão de pessoas, como tecnologias em mapeamento de presença e localização, é possível acompanhar o fluxo de colaboradores tanto externamente quanto dentro de uma empresa, o que facilita a gestão dos processos, capital humano e possibilita um aumento significativo na eficiência das corporações.

Em um hospital, por exemplo, onde há demandas por especialidades e unidades, não é nada fácil compreender qual área do complexo de atendimento demanda mais atenção dos enfermeiros, médicos e assistentes, ou qual dos espaços é o mais frequentado ou ocupado durante determinada hora do dia. Os próprios gestores destacam que acompanhar informações como essas faz toda a diferença na tomada de decisão estratégica e para o melhor atendimento, sendo crucial para a resolução de problemas imediatos que surgem em áreas como a da saúde.

O maior acompanhamento da equipe também é especialmente importante em empresas com atuação em grandes territórios, sendo ainda um diferencial para o gerenciamento de grandes equipes. Acompanhar o trânsito de pessoas nos ambientes internos de um ambiente ou prédio é útil também para áreas como educação, construção civil e indústrias e pode ser reproduzida para situações mais abrangentes, como franquias espalhadas nacionalmente, com aplicação de recursos de GPS. A partir de ferramentas que apoiam a gestão da presença em microlocalização, o gestor consegue monitorar as áreas que recebem maior fluxo de pessoas ao longo do dia, bem como os horários de maior trânsito.

Em um mercado altamente competitivo, ter informações precisas por meio de tecnologias disruptivas, como de microlocalização, agrega confiabilidade e eficácia a gestores, colaboradores e a todo o time de Recursos Humanos das corporações. Temos que levar em conta que estamos em um contexto em que ferramentas de WFM (Workforce Management), têm uma importância crescente, prevendo cenários e ajudando a planejar as estratégias, para a melhor performance das equipes e a maior produtividade das empresas.

*João Gabriel Lima é Product Owner e especialista em Inteligência Artificial na Ahgora

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.