Após 25 anos na Nokia, Rajeev Suri deixará cargo de CEO

Executivo será substituído a partir de setembro por Pekka Lundmark, do setor elétrico

Author Photo
12:09 pm - 02 de março de 2020

A gigante de telecomunicações Nokia anunciou nesta segunda-feira (2) que Rajeev Suri, CEO da companhia há mais de dez anos, deixará o cargo a partir de setembro. O substituto será Pekka Lundmark, atual presidente da companhia energética finlandesa Fortum, mas que já atuou anteriormente para a companhia finlandesa em cargos estratégicos.  

Em comunicado divulgado, a companhia informou que Suri havia indicado ao conselho que desejava sair do seu cargo em um futuro próximo, a fim de iniciar uma transição tranquila para a marca, na qual está empregado desde 1995 e assumiu posições de liderança desde 2009. 

Apesar de alguns revezes (como perda de participação de mercado no ramo de smartphones), a gestão de Suri concentra conquistas importantes para Nokia, como sua evolução dentro do setor de telecomunicações, em que ocupa a posição de segunda principal fabricante – perdendo apenas para a chinesa Huawei. O CEO também ajudou a abrir novas linhas de negócio dentro da companhia, com foco no mercado corporativo. 

“Deixo a empresa com a crença de que o retorno a um melhor desempenho está no horizonte e com orgulho pelo que realizamos ao longo do tempo”, afirmou o CEO em comunicado, “Pekka é uma excelente opção para a Nokia. Estou ansioso para trabalhar com ele em uma transição tranquila e desejo a ele o melhor sucesso em seu novo cargo.” 

De acordo com a analistas, a expectativa do mercado é que Lundmark prossiga com a política de corte interno de custos, a fim de tornar os equipamentos da Nokia mais competitivos para empresas de telefonia, que estão iniciando a troca de equipamentos para receber a tecnologia 5G.  

*Com informações do TechCrunch

Tags:

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.