O que considerar em uma estratégia para o edge

Grande parte dos aplicativos avançados que oferecem inovações atraentes depende de uma infraestrutura de edge certa nos locais certos

Author Photo
9:00 am - 22 de fevereiro de 2024
edge

A transformação digital está acontecendo no edge. Grande parte dos aplicativos avançados que oferecem inovações atraentes – incluindo inteligência artificial (IA), aprendizagem de máquina e Internet das Coisas (IoT) – depende de uma infraestrutura de edge certa nos locais certos. Quando as empresas não têm uma estratégia de edge, elas acabam gerenciando-o de forma improvisada.

Em vez de projetar seu edge para gerar maior valor comercial, essas empresas ficarão estagnadas no modo reativo. À medida que novos casos de uso surgem, elas terão que criar soluções personalizadas rapidamente para oferecer suporte para esses casos. Isso limitará a agilidade de seus negócios e dificultará a preparação de suas operações para o futuro.

Leia mais: Maioria dos líderes globais vê edge computing como diferencial competitivo 

Os líderes de TI das empresas reconhecem cada vez mais a necessidade de uma estratégia de computação de edge.  Se a sua empresa estiver entre elas, aqui estão algumas coisas que você deve considerar: definição de  edges digitais, identificação dos locais ideais, conectividade adequada e revisão dos requisitos de segurança do edge.

Definição de edges digitais e identificação de locais ideais

Há muitos fatores que levam a infraestrutura digital à edge. Entre eles estão a necessidade de garantir a proximidade de aplicativos de baixa latência, manter o custo da largura de banda de dados baixo e atender aos requisitos de residência de dados. Todos esses fatores se enquadram no conceito de gravidade de dados. Esse termo refere-se à tendência de grandes conjuntos de dados atraírem cargas de trabalho e infraestrutura. Isso acontece porque os dados têm um valor comercial inerente; portanto, quanto mais dados você tiver em um local, mais provável será que você queira ter uma infraestrutura próxima.

Um motivo pelo qual as empresas estão tendo dificuldades com suas estratégias de edge é que ele não é um local específico, nem mesmo um ambiente arquitetônico particular. Edge é simplesmente o local onde termina sua infraestrutura digital privada e começa a infraestrutura digital pública. A maioria das empresas terá muitos edges diferentes e precisará otimizar cada um deles em termos de performance, eficiência de custo e segurança.

A maioria das empresas deseja incorporar serviços de cloud pública em sua estratégia de edge. Elas naturalmente presumem que isso significa que terão um edge na cloud pública, além de diversos edges no local. No entanto, isso é um equívoco; há vários motivos para se evitar edge de cloud pública. Por exemplo, isso significaria armazenar cargas de trabalho e dados diretamente na cloud pública com possibilidade de custos mais altos, baixa performance e perda de controle sobre seus dados. Isso é particularmente verdadeiro se você usar a Internet pública para mover seus dados de e para a cloud.

Uma opção melhor pode ser hospedar o edge em um provedor de infraestrutura digital que também hospede rampas de acesso de baixa latência para a cloud, e assim estabelecer uma arquitetura de dados adjacente à cloud, que reúne um ambiente de armazenamento de dados central com acesso multicloud sob demanda. Com esta  arquitetura, você coloca efetivamente seus serviços de cloud pública no lado correto do edge, proporcionando maior controle sobre custos e performance.

Garantindo a conectividade adequada

Se uma estratégia de edge tem tudo a ver com o gerenciamento eficaz de conexões entre infraestruturas públicas e privadas, isso logicamente significa que você precisará incorporar redes públicas e privadas. Conforme mencionado anteriormente, há desvantagens em depender da Internet pública em determinadas situações. Por exemplo, sabe-se que o uso da Internet para acesso à cloud pública é o método mais caro. Além disso, como as conexões públicas de Internet são compartilhadas, seu tráfego não é priorizado em relação ao de outras pessoas. Isso significa que o uso da Internet pode agravar os problemas causados pela latência. Por fim, há preocupações de segurança e conformidade que acompanham o uso da Internet para determinadas cargas de trabalho.

Por outro lado, o uso de conexões diretas e privadas ajuda a garantir que seus dados cheguem rapidamente do Ponto A ao Ponto B, tudo isso sob seu controle. Usando uma solução de rede virtual, você pode criar conexões privadas entre diferentes ambientes de edge sob demanda. Ao criar sua arquitetura de dados adjacentes na cloud, você pode conectar seu ambiente de armazenamento de dados principal a várias clouds públicas e a seus vários locais de edge.Os dados podem fluir facilmente por todos eles, do edge ao core e à cloud.

No entanto, há outros casos de uso de edge para os quais a conectividade pública com a Internet será essencial. É necessário obter a melhor combinação de disponibilidade e eficiência de custo em todos os seus locais de edge, e isso não é possível com um único provedor de serviços de Internet (ISP). Você deve diversificar suas conexões, e pode fazer isso por meio do acesso combinado à Internet. Com a Internet combinada, você obtém conectividade de vários ISPs por meio de um único contrato. Isso significa que você poderá trabalhar com os ISPs que oferecem o melhor serviço e a melhor confiabilidade em cada um dos locais de edge onde você opera.

Revisão dos requisitos de segurança do edge

O crescimento da infraestrutura de edge cria novos desafios em relação à segurança cibernética. As organizações de hoje não têm mais data centers centralizados para criar perímetros de segurança. Em vez disso, elas precisam estabelecer e manter um edge seguro, ou seja, incorporar a infraestrutura de segurança em um perímetro crescente e dinâmico.

Além de proporcionar benefícios de desempenho e custo, a implementação da segurança de edge com um provedor de infraestrutura digital pode ser significativamente mais fácil do que proteger e gerenciar um edge de cloud pública. Imagine que você precise implementar um dispositivo de firewall virtual para proteger seu ambiente de edge.

Se você tratar a cloud pública como seu edge, isso significa que você está implantando o dispositivo diretamente com o provedor de cloud. Você acabará implantando instâncias diferentes para cada região de cloud e para cada processo ao qual precisa dar suporte (desenvolvimento, teste, controle de qualidade e assim por diante), criando um conjunto complexo e sempre crescente de conexões de cloud. Além do grande número de dispositivos de segurança, você provavelmente precisará de balanceadores de carga para obter alta disponibilidade.

Por outro lado, você pode implantar um par de dispositivos altamente disponíveis em um ambiente de infraestrutura digital e deixar o acesso à cloud atrás dos dispositivos. A partir desse único par de dispositivos, você pode criar milhares de conexões de cloud, sem precisar gerenciar cada uma.

A força de seu ecossistema digital é essencial para a implementação de uma estratégia de secure edge. Trabalhar com os principais provedores de serviços de segurança pode ajudá-lo a obter os recursos sob demanda necessários para implementar um Secure Access Service Edge (SASE). Uma arquitetura SASE incorpora a tecnologia SD-WAN, que oferece a velocidade e a flexibilidade de que você precisa em uma solução de rede de edge, juntamente com recursos de Security as a Service que podem ser implementados rapidamente em qualquer lugar que você precisar.

Uma estratégia de edge eficaz exige que você identifique os casos de uso que podem surgir no futuro e crie um plano para implantar a infraestrutura de forma rápida e flexível para suportá-los. Seja qual for a aparência dessa infraestrutura, ela deve oferecer alto desempenho, eficiência de custo, segurança integrada e acesso fácil aos parceiros do ecossistema.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

Tags:
Author Photo
Eric Olinger

Arquiteto de Soluções Sênior na Equinix.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.