Magento Commerce muda marca para Adobe Commerce

Mudança ocorre em maio e tem como objetivo integrar plataforma ao portfólio de soluções de Experience Cloud da Adobe

Author Photo
7:30 pm - 20 de maio de 2021

A Adobe anunciou esta semana que, a partir de maio de 2021 – ou seja, este mês – a Magento Commerce deixa de existir como marca e passa a se chamar Adobe Commerce. O reposicionamento tem como principal objetivo a integração completa das plataformas de experiência da Adobe na nuvem, permitindo gerenciamento de conteúdo, personalização e análise de dados mais unificada.

Segundo a Adobe, em comunicado, outros fatores decisivos para a mudança incluem uma identificação mais clara para o mercado dos produtos Adobe daqueles que estão sob a marca Magento Open Source, versão gratuita e comunitária.

Todas as soluções da Adobe de comércio eletrônico para empresas estão sob a marca Adobe Commerce. A marca e o suporte do Magento Open Source permanecem inalterados.

Leia mais: Empresas brasileiras investiram 8,2% de suas receitas em TI em 2020

A Adobe comprou a Magento há três anos por US$ 1,68 bilhão. Desde então, segundo a empresa, o esforço tem sido de concentrar esforços em integrar equipes de vendas, marketing e tecnologia. A mudança de marca simboliza a próxima fase da integração.

“No último ano, vimos o e-commerce se tornar o canal prioritário para marcas sobreviverem à crise. Com isso, aceleramos o processo de integração da Magento ao ecossistema Adobe, principalmente de tecnologias como inteligência artificial”, diz em comunicado Stella Guillaumon, general manager de Adobe Commerce.

Resultados

No primeiro trimestre fiscal da Adobe em 2021, a área de Digital Experience, que abriga a Adobe Commerce, registrou receita de US$ 934 milhões, crescimento de 24% ano sobre ano. Segundo Guillaumon, investimentos na plataforma continuam altos para atender empresas de diversos portes e segmentos, tanto no B2B quanto no B2C.

“A Adobe continua apoiando a Magento Association para incentivar a comunidade global Magento a aprender, compartilhar e colaborar nos desafios do e-commerce”, conclui a executiva.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.