Como os CIOs podem unir sustentabilidade e tecnologia

Cumprir a promessa de sustentabilidade exigirá que os CIOs trabalhem em estreita colaboração com outros executivos

Author Photo
4:39 pm - 28 de julho de 2022
ESG tecnologia sustentabilidade Adobe Stock

Conforme a tecnologia continua a ter um papel maior nas práticas de sustentabilidade corporativa, os CIOs podem desempenhar um papel fundamental na geração de valor de negócios e desempenho ambiental, social e de governança (ESG). Na verdade, criar e implementar uma estratégia abrangente de tecnologia sustentável deve agora ser a missão principal de um CIO orientado a propósitos.

Todos os executivos da recente pesquisa de tecnologia sustentável da Accenture concordaram que a tecnologia é fundamental para atingir as metas de sustentabilidade. Então, por que apenas 7% das empresas integraram totalmente suas estratégias de tecnologia e sustentabilidade? Em parte, porque isso exigirá uma mudança fundamental para um modelo de negócios que afetará o papel do CIO, que pode nem estar ciente de que sua experiência é necessária para enfrentar esses desafios. Cumprir a promessa de tecnologia sustentável exigirá que os CIOs se assentem na mesa da sustentabilidade, onde devem trabalhar em estreita colaboração com outros executivos para identificar as tecnologias que ajudarão sua empresa a atingir suas metas ESG.

Apesar de essas metas estarem interligadas criticamente com investimentos e operações em tecnologia, menos da metade (49%) dos CIOs estão incluídos nos processos de tomada de decisão de sua equipe de liderança corporativa em torno dos objetivos e planos de sustentabilidade. Sem os CIOs envolvidos nessas responsabilidades principais, as metas ESG sofrem – o que é particularmente preocupante quando se considera que as empresas que lideram as questões ESG superam financeiramente a concorrência, gerando até 2,6 vezes mais valor para os acionistas do que seus pares.

Por que algumas empresas demoram a agir?

Dada a importância das métricas de sustentabilidade para as empresas e seus stakeholders, é crucial identificar por que está demorando tanto para algumas organizações embarcarem em novas inovações tecnológicas para implementar mudanças significativas. Nossa pesquisa revelou os seguintes desafios:

– Percepção de falta de prontidão e expertise: 40% dos executivos pesquisados acreditam que as soluções certas não estão disponíveis ou não estão maduras o suficiente, incluindo a disponibilidade do talento certo para liderar essas iniciativas.
– Complexidade e desafios na implementação: 33% dos executivos pesquisados estão lutando com a complexidade das soluções ou com a modernização de seus sistemas legados para serem mais sustentáveis.
– Conscientização e compreensão do impacto: 20% dos executivos pesquisados não estão cientes das consequências não intencionais da tecnologia ou se a tecnologia que usam é sustentável.

Examinando esses obstáculos mais de perto, a Accenture desenvolveu um Índice de Tecnologia Sustentável, que classifica o desempenho em relação aos três elementos em uma escala de 0 a 1. Curiosamente, revelou um “meio lotado” em torno da pontuação mediana de 0,45, com cerca de 60% das empresas postando pontuações na faixa de 0,3 a 0,5. Simplificando, isso indica que a maioria das organizações ainda tem um longo caminho a percorrer para alcançar uma estratégia de tecnologia sustentável, criando uma oportunidade – e senso de urgência – para os CIOs promoverem maior educação e implementação de soluções adequadas.

Novas responsabilidades para os CIOs

Os CIOs devem ser proativos no progresso dessas mudanças organizacionais, pois os líderes de negócios continuarão se apoiando neles para garantir que as tecnologias da empresa forneçam soluções sem contribuir para um problema ambiental. Embora nos anos anteriores isso não fosse uma preocupação ativa, o setor de tecnologia da informação e comunicação (TIC) tornou-se recentemente uma fonte maior de impacto no clima. Produzindo apenas 1,5% de CO2 em 2007, a indústria já subiu para 4% hoje e potencialmente chegará a 14% até 2040.

Felizmente, os CIOs podem corrigir o curso concentrando-se em três áreas principais:

– Net zero: Utilizar práticas de software verde que podem reduzir o consumo de energia.
– Confiança: Construa sistemas que protejam a privacidade e sejam justos, transparentes, robustos e acessíveis.
– Governança: Faça do ESG o foco da tecnologia, não uma reflexão tardia.

Como primeiro passo nessa transição, os CIOs podem começar a avaliar a tecnologia de sua organização através das lentes da sustentabilidade para garantir que essas metas sejam pensadas em todas as facetas do negócio. Além disso, eles podem se conectar com outros líderes da empresa para incentivar maior ênfase e diálogo no planejamento interorganizacional para soluções tecnológicas relacionadas às metas de sustentabilidade.

Quais são os benefícios?

Embora o caminho para a implementação exija uma análise abrangente e uma abordagem proativa, uma mudança para uma tecnologia sustentável traz vários benefícios para a empresa, suas metas de sustentabilidade e os próprios CIOs. A tecnologia sustentável contribui com valor em todos os aspectos: 48% das empresas disseram que viram aumento de receita, 49% viram uma melhoria acentuada no recrutamento de talentos e inovação nos negócios e 53% disseram que conseguiram usar essas mudanças para atingir suas metas ESG. De fato, as empresas que adotam tecnologia sustentável de forma significativa obtêm pontuações ESG 4% mais altas da Arabesque S-Ray, especialista global em medir métricas ESG.

A ênfase em tecnologias sustentáveis também reflete um ponto de virada na forma como as organizações interagem com os CIOs. A expertise desses líderes agora é necessária em todos os aspectos da organização, surgindo como um ativo estratégico e uma parte fundamental do DNA de sustentabilidade de uma empresa, ajudando a atingir metas muito maiores do que focar apenas nas operações internas. Embora essas novas responsabilidades possam certamente ser assustadoras, elas também marcam uma oportunidade significativa para transformar a maneira como uma empresa vê seus recursos tecnológicos, juntamente com uma virada na forma como os líderes e investidores da empresa veem e valorizam os CIOs como importantes tomadores de decisão na estratégia maior da organização.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.