AWS lança programa de aceleração para startups de educação no Brasil

Presente em mais de 30 países pelo mundo, iniciativa chamada Ed Start começa a ser oferecida na América Latina

Author Photo
7:00 pm - 27 de junho de 2019

A Amazon Web Services (AWS) anunciou nesta quinta-feira, 27/6, durante evento em São Paulo, o lançamento no Brasil e na América Latina de um programa de aceleração para startups focadas em tecnologia educacional, que também são conhecidas como EdTechs.

Chamada de EdStart, a iniciativa global tem foco em ajudar empreendedores a desenvolverem a próxima geração de soluções de aprendizado on-line, análises e gerenciamento de campus por meio de serviços de computação em nuvem da AWS, segundo a empresa da Amazon.

Desde a sua criação nos Estados Unidos, há cerca de dois anos, o programa já beneficiou cerca de 300 empresas em mais de 30 países pelo mundo, que receberam o equivalente a 2 milhões de dólares em créditos promocionais da AWS.

Basicamente, conforme aponta a AWS em comunicado sobre o assunto, o EdStart auxilia startups focadas em tecnologias para educação a captarem os recursos e profissionais necessários para o crescimento e o desenvolvimento dos seus negócios.

Treinamento e mentoria
Para além dos créditos em serviços da AWS, as startups selecionadas para o EdStart também recebem treinamentos técnicos para ajudar na sua consolidação, incluindo webcasts, sessões de treinamento técnico e apresentações especializadas realizadas por parceiros.

A iniciativa também oferece mentoria às companhias ao incentivar a colaboração e a conversação entre líderes setoriais experientes e startups de tecnologia educacional – segundo a AWS, a mentoria também promove meetups, Pitch Days e recepções para os membros da comunidade.

Requisitos e inscrições
Para poder participar e receber os benefícios, as startups inscritas devem ter como missão de negócios avançar a área da educação com soluções inovadoras focadas em desafios reais encontrados por estudantes, professores e gestores de instituições de educação, aponta a Amazon.

Para serem elegíveis ao programa, as empresas precisam ser novas, estar crescendo rapidamente, ter menos de 5 anos de presença de mercado e uma receita anual menor que US$ 10 milhões.

Para mais informações sobre o EdStart, acesse o link: https://aws.amazon.com/pt/education/edstart/

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.