Após capitar R$ 170 mi, Dr.Consulta vai investir em mais tecnologia

Estratégia de crescimento no próximo triênio é focada em subscrição e aumento da recorrência dos pacientes

Author Photo
10:03 am - 02 de agosto de 2022
Foto: Divulgação

A Dr.Consulta, rede de clínicas médicas paulistana, anunciou essa semana uma captação de R$ 170 milhões em rodada série D liderada pela Kamaroopin. Investidores atuais como Madrone Capital e Lightrock acompanharam. Os recursos serão usados para expansão e em tecnologia desenvolvida pela empresa.

Segundo a empresa, são 4,5 milhões de clientes cadastrados na plataforma. A rede aposta em um modelo de saúde semiverticalizado, aliando rede física e digital e usando TI desenvolvida internamente para oferecer cuidado médico a preços mais acessíveis, inclusive com modelos baseados em assinatura próximos aos oferecidos por planos de saúde.

Em dezembro de 2021, a Dr.Consulta investiu na startup cuidar.me para desenvolver um plano de saúde próprio, de forma a atender a base recorrente de clientes.

“A estratégia de avançar no modelo de subscrição complementa nossa oferta e é benéfica tanto para os clientes – que terão maior acesso à medicina preventiva – quanto para o negócio, que ampliará sua receita recorrente”, explica em comunicado Renato Velloso, CEO do dr.consulta.

O ecossistema da empresa promete atenção primária e secundária. Usa prontuário eletrônico e inteligência de dados, com foco em integração da jornada do paciente desde a primeira consulta até a alta complexidade. O modelo semiverticalizado, diz a Dr.Consulta, permite que 80% das necessidades dos pacientes sejam resolvidas na própria rede da empresa, e o paciente é encaminhado para hospitais da rede credenciada somando quando necessário.

“Saúde é um dos pilares estratégicos do nosso novo fundo e esse primeiro investimento é fruto de um trabalho de mais de três anos estudando o mercado, sob a ótica para onde ele está indo e não a forma como é feita hoje”, diz Bruno Tupinambá, sócio da Kamaroopin.

Em 2021, a Dr. Consulta manteve ritmo de crescimento, chegando a receita de R$ 310 milhões com margem Ebitda positiva.

Modelo de negócios

“O setor de saúde é onde a tecnologia tem o maior potencial de impactar vidas. Redesenhamos o modelo de atendimento médico do zero para entregar saúde para quem está desprotegido, (…) usando tecnologia e modelos preditivos para suportar os médicos, permitir a ampliação do acesso a serviços de saúde qualificados a custos reduzidos”, explica Thomaz Srougi, fundador e membro do conselho de administração do Dr.Consulta.

Segundo a empresa, o modelo utiliza inteligência artificial, análise, aprendizado de máquina (machine learning), ciência de dados e outras tecnologias para ampliar o acesso à saúde no menor custo possível. Atualmente o corpo clínico da empresa conta com cerca de 1.200 médicos, distribuídos em mais de 30 centros médicos, telemedicina e atendimento residencial. Todos os dados clínicos são digitalizados, integrados e disponíveis aos médicos e pacientes em tempo integral, diz a empresa.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.