Amazon: empresa mais valiosa do mundo quer dominar o Brasil

2019 é o ano da Amazon no Brasil: a empresa trouxe seu varejo, pressionou outras companhias e, agora, traz a Alexa e dispositivos Echo.

Author Photo
5:07 pm - 03 de outubro de 2019

A Amazon deu mais um grande passo no Brasil. Só neste ano, a empresa trouxe suas ofertas de varejo, depois o Amazon Prime e, nesta semana, trouxe a Alexa e dispositivos proprietários.

Além da assistente virtual, a empresa trouxe três aparelhos: Amazon Echo, Echo Dot e Echo Show 5. Respectivamente, eles custam R$ 699, R$ 349 e R$ 599 e podem ser adquiridos a partir de hoje (3).

O Amazon Echo, por outro lado, será enviado a partir do próximo mês, enquanto os outros serão enviados na próxima terça-feira (8). Neste período de pré-venda, há descontos de até R$ 150.

As caixas de som inteligentes são controladas por voz através da assistente virtual. Ela pode responder perguntas, tocar músicas, ler notícias, criar listas de tarefas com lembretes e muito mais.

Na adaptação ao português brasileiro, foi utilizada uma nova voz. Em março deste ano, a Amazon havia iniciado testes com a assistente em português, mas para um número restrito de usuários.

Toni Reid, vice-presidente da Amazon Alexa, diz que foi criada “uma experiência totalmente nova, que honra o idioma e a cultura únicos do Brasil”.

No caso do Echo Show 5, que possui um display, a Alexa também pode mostrar vídeos e abre aplicativos como o Uber.

“Alexa, toque Despacito”

amazon echo dot Amazon: empresa mais valiosa do mundo quer dominar o Brasil

Os dispositivos da linha Echo despertam quando você fala “Alexa”. Aí, depois, é só fazer um pedido, que é processado na nuvem e retorna com uma resposta.

O Amazon Echo, em sua terceira geração, tem áudio omnidirecional (360°), compatibilidade com Bluetooth e um woofer de neodímio de 3 polegadas.

O Echo Dot tem tecnologia de reconhecimento de voz de longo alcance, como no Echo. Porém, por um preço mais acessível. Ele também tem Bluetooth e, de quebra, um conector P2 (3,5 mm).

Já o Echo Show 5 taz uma tela de 5,5 polegadas e câmera HD para chamadas de vídeo. Ele é o ideal para aplicações de, por exemplo, cozinhas e afins, onde você assiste enquanto executa outra ação. Ele também permite integração com câmeras de segurança.

Por falar em segurança…

A Alexa é um assistente de voz como a Siri e Google Assistente. E, assim como esses dois, já se envolveu em casos bastante bizarros.

Uma série de relatos já demonstraram preocupações, por exemplo, sobre a assistente ouvir o tempo todo seus usuários, até em momentos íntimos. Não somente, já foi reportado que funcionários da Amazon também ouvem comandos relacionados à Alexa. Inclusive, ela já foi citada em um caso de assassinato, podendo ser usada como evidência.

Mas, bem, a Amazon informa que há um botão para desligar o microfone ou câmera em cada dispositivo. Há também um indicador que mostra quando áudio e vídeo estão sendo transmitidos para a nuvem.

Você também pode pedir para que a Alexa apague tudo o que você disse ou acabou de falar. A empresa ainda promete novas funcionalidades de privacidade da Alexa para os próximos meses. Isso inclui a possibilidade de apagar gravações de voz com mais de três meses ou 18 meses automaticamente.

A mais valiosa do mundo

relatório kantar amazon brandz Amazon: empresa mais valiosa do mundo quer dominar o Brasil

Dentre as grandes empresas de tecnologia do mundo, temos nomes fortes como Apple, Google, Microsoft e Amazon. Elas podem disputar frente a frente em alguns mercados, mas inegavelmente produzem modelos de negócios valiosos.

Em 2018, no relatório BrandZ Global, da Kantar, que reúne as 100 empresas mais valiosas do mundo, a Amazon figurava em terceiro lugar.

Em 2019, com o relatório atualizado, a Kantar aponta a Amazon como a líder desse ranking pela primeira vez. No ranking das 10 mais valiosas, metade das empresas são de tecnologia.

A empresa de Jeff Bezos atingiu valor de merca de US$ 315 bilhões; em segundo vem a Apple, com US$ 309 bilhões; em terceiro o Google, também com US$ 309 bilhões; em quarto a Microsoft, com US$ 251 bilhões; e em quinto vem a Visa, com US$ 177 bilhões.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.