Metade das PMEs na América Latina quer aumentar gastos com TI em 2021

Estudo do IDC e da Dell indica que compra de computadores mais modernos é prioridade para 88% dos gestores, seguida por servidores (67%)

Author Photo
3:23 pm - 23 de abril de 2021

Metade dos pequenos e médios empresários da América Latina quer aumentar investimentos em tecnologia em 2021. A maior parte pretende trocar computadores, servidores e soluções de armazenamento externo por outros mais modernos. É o que revela um estudo focado no mercado de PMEs conduzido pelo IDC e patrocinado pela Dell.

Um quarto dos entrevistados (25%) projeta um investimento médio de US$ 20 a US$ 50 mil, enquanto 20% indicam mais de US$ 100 mil. Entre as prioridades de compra de tecnologia apontadas, os computadores (com 88%) são o investimento preferencial. Servidores (67%) e smartphones (46%) aparecem em seguida.

Para 52% dos gestores de PME consultados, o principal fator na hora de escolher um parceiro de TI para executar esses investimentos é o custo total, seguido por variedade de portfólio (40%) e oferta de serviços (39%).

Maturidade e transformação

O estudo também indica níveis distintos de maturidade entre as empresas da região. Entre os médios negócios – que pela metodologia da pesquisa são aqueles com até 499 funcionários – 52% estão em processo de maturidade digital média ou avançada, enquanto 60% das pequenas empresas (entre 10 e 99 funcionários) ainda estão em estágios iniciais.

Segundo a Dell, parte do esforço para aumentar a digitalização nesse segmento é a aquisição de tecnologia como serviço. No entanto os investimentos em infraestrutura como serviço (IaaS) são prioritários apenas para 40% dos líderes de PMEs na América Latina.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.