Grupo FCamara adquire RYoshiga, startup inglesa fundada por brasileiro

Investimento de R$ 6,7 milhões dá à FCamara 51% do capital da startup

Author Photo
9:42 pm - 11 de novembro de 2022
Fcamara Imagem: Divulgação

O Grupo FCamara anunciou a aquisição da startup inglesa RYoshiga. Com o negócio, a FCamara investiu R$ 6,7 milhões, o que deu à empresa brasileira 51% do capital da startup.

A aproximação com a startup se deu porque o fundador da empresa, o brasileiro Raphael Yoshiga, já foi funcionário da FCamara e aluno do Programa de Formação da empresa, que capacita profissionais em tecnologia.

“É uma honra inenarrável ter me tornado sócio de uma empresa que ajudou em grande parte da minha capacitação como profissional e que me abriu grandes portas. Desde a fundação da RYoshiga, sempre visualizei o fit cultural que a minha empresa tinha com a FCamara, justamente por ter vindo de lá e ter implementado muito do que aprendi de gestão no grupo. A ideia é agregar valor ao nosso desenvolvimento, representando a FCamara na Europa”, declarou Yoshiga.

A RYoshiga tem como foco sistemas de geolocalização para fintechs e bancos. A FCamara estima que a operação movimente R$ 28 milhões em três anos.

Com a aquisição, a FCamara passa a acelerar seus negócios e portfólio no Reino Unido, ganhando penetração global no mercado financeiro e no varejo, duas de suas grandes especialidades no Brasil. Esses serviços serão exportados com o apoio do delivery center de Portugal, que vai atuar como braço de entrega e suporte técnico.

“Como já temos uma filial em Portugal, a startup nos possibilita um modelo de agilidade em propor soluções e entregas, produtividade e inovação, otimizando a sinergia entre um time ágil de relacionamento e a capacidade de entrega do Grupo FCamara. Em resumo, será a união da especialidade e da agilidade com a metodologia, a capacidade de entrega e a experiência em grandes projetos de tecnologia. Os negócios serão contratados na Inglaterra por clientes de toda a Europa, com suporte próximo sediado em Portugal e o grande time de desenvolvimento sediado no Brasil”, conta Fabio Camara, CEO do Grupo FCamara.

Somando o faturamento incorporado das aquisições, a companhia prevê um crescimento acima de 100%, sendo 60% de crescimento orgânico, e pretende chegar a uma receita de R$ 500 milhões ainda neste ano.

No primeiro semestre de 2022, o grupo fechou a aquisição da Nação Digital, empresa de comunicação digital voltada para performance e growth. “No começo do ano, também fechamos uma captação com o BTG Pactual no valor de R$ 100 milhões, uma operação estruturada de investimento que vai acelerar a expansão do grupo, que planeja IPO em até três anos”, comenta Fabio.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.