Explicando a necessidade de CFOs e CIOs falarem a mesma língua

Lou DiLorenzo e Steve Gallucci, da Deloitte, detalham porque refinar um vocabulário compartilhado pode servir como uma alavanca fortificada

Author Photo
4:30 pm - 30 de setembro de 2022
executivos Imagem: Shutterstock

Se não fosse o caso antes, os últimos dois anos consolidaram a tecnologia como um motor de crescimento fundamental para muitas organizações. A tecnologia, quando usada de forma eficaz, desempenha um papel fundamental para melhorar a eficiência e criar novos recursos para uma organização, não apenas para manter o status quo. Tradicionalmente, o CIO é visto como um guardião da continuidade operacional, não uma função integral da estratégia e do crescimento de longo prazo. Mas inovações modernas como ferramentas baseadas em nuvem, IA e blockchains estão mudando essa narrativa, e as organizações precisam de um CIO que possa contextualizar como a tecnologia está criando valor para os negócios.

Como resultado, o relacionamento do CIO com o CFO nunca foi tão importante. Para que as funções de TI sejam entendidas com precisão como um impulsionador do crescimento, o CIO moderno precisa estar equipado com as ferramentas e o conhecimento para comunicar a criação de valor da tecnologia às finanças, mesmo que a TI normalmente não capture receita. Ao mesmo tempo, o CFO moderno deve ter uma forte compreensão do léxico de TI e a capacidade de mostrar ao CEO e ao conselho como a tecnologia está criando eficiência em toda a organização. E para continuar impulsionando o crescimento, os líderes financeiros e de TI precisam facilitar uma maior transparência e cultivar uma relação de trabalho mais próxima para derrubar quaisquer barreiras.

Avaliação da supervisão de TI

De acordo com a pesquisa CFO Signals do primeiro trimestre de 2022, da Deloitte, uma pesquisa trimestral dos CFOs da Fortune 500 sobre sentimento e estratégia de negócios, 35% dos entrevistados indicaram que supervisionavam o líder de TI de sua organização, com 28% relatando supervisão direta. Os dados sugerem que muitas organizações ainda lutam com a conexão entre gerenciamento de tecnologia e criação de valor. Outro relatório recente da Deloitte descobriu que apenas 35% das empresas pesquisadas têm um processo claro para priorizar os investimentos em TI, embora, quando questionados sobre como os gastos com TI são alocados, os CFOs tenham dito que entendem a importância da TI para manter as operações existentes à medida que novos recursos são criados.

A divisão dos gastos de TI entre manter e atualizar a funcionalidade existente versus a criação de novos recursos ressalta o desafio que os CIOs e outros líderes de tecnologia enfrentam para demonstrar o valor de TI. De fato, a Deloitte descobriu que muitos entrevistados em sua pesquisa do Chief Strategy Officer (CSO) de 2021 disseram que não conseguem reconhecer facilmente o valor total da tecnologia, pois apenas 6% dos gerentes pesquisados acreditam que sua empresa está obtendo o máximo retorno dos investimentos digitais. Sem ferramentas e protocolos de segurança cibernética fortes, as organizações lutam para operar de forma eficaz em nosso ambiente de negócios centrado no digital, assim como os CIOs para quantificar o valor do cibernético em termos reais. Portanto, para desbloquear a transformação digital, as organizações precisam adotar uma abordagem baseada em valor para aquisição e estratégia de TI, e o relacionamento CIO-CFO está no centro desse imperativo.

Falar a mesma língua

Facilitar um vínculo forte entre o CFO e o CIO requer um vernáculo compartilhado. Os CFOs são orientados para a matemática na forma como veem a saúde dos negócios e as prioridades de investimento. Eles querem ver como um investimento está gerando novas receitas ou reduzindo custos. O relatório da Deloitte sobre o impacto da tecnologia no valor dos negócios observa que apenas 52% das empresas pesquisadas têm processos de tomada de decisão de investimento em tecnologia de propriedade conjunta de TI e negócios, novamente sinalizando a desconexão linguística entre os líderes C-suite. De fato, quando perguntado na pesquisa CFO Signals, do primeiro trimestre de 2022, sobre os principais obstáculos para obter valor da função de TI, “complexidade e não padronização” e “parceria e alinhamento de negócios” foram classificados como duas das três principais opções. Para superá-los, os CIOs precisam se comunicar mais prontamente com o CFO sobre como a TI dá suporte às metas de negócios para capturar valor. As novas tecnologias podem apoiar muito esses esforços, é claro, e a análise de negócios e a IA podem ajudar a fornecer snapshots em tempo real de como a tecnologia está impulsionando a eficiência. Ao aproveitar essas ferramentas e apresentar conclusões com terminologia baseada em valor, os CIOs podem comunicar melhor os sucessos e as necessidades de suas equipes.

Os CFOs também têm um papel a desempenhar para melhorar esse diálogo. A TI é normalmente o maior item de linha em despesas de vendas, gerais e administrativas, portanto, concentrando-se em como as melhorias no “T” e no “I” podem agregar valor e mitigar riscos em processos de negócios tangíveis, os CFOs podem defender uma linguagem compartilhada entre CIOs para avaliar os gastos de TI. Como muitos CFOs normalmente atribuem métricas de desempenho a processos de negócios específicos, essas medidas podem se tornar outro componente da linguagem necessária para avaliar a TI.

A empresa moderna geralmente depende da tecnologia para cumprir sua missão, mas os líderes de tecnologia ainda lutam para contextualizar o valor subsequente do investimento em sua função. Outros C-suites também podem não entender as complexidades das ferramentas e práticas de TI, mas o CFO e o CIO são essenciais para garantir que a TI seja vista como uma alavanca de crescimento em toda a organização. Ao criar uma linguagem comum em torno da tecnologia e reavaliar as práticas de supervisão, os CFOs e CIOs juntos podem ajudar a desbloquear a transformação digital e preparar suas organizações para um crescimento sustentável de longo prazo.

Tags:

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.