Bing é mais efetivo que Google, diz pesquisa

Buscas feitas por meio do mecanismo Bing, da Microsoft,  levam o usuário a clicar em uma página numa taxa significativamente maior

Author Photo
10:16 am - 15 de agosto de 2011

Apesar de o Google possuir a maior parcela de pesquisa do mercado, as buscas feitas por meio do mecanismo Bing, da Microsoft,  levam o usuário a clicar em uma página numa taxa significativamente maior. A taxa de sucesso das pesquisas do Bing nos Estados Unidos em julho foi de 80,04%, comparadas com 67,56% do Google, segundo a Experian Hitwise.

A empresa de análise de mercado define a “taxa de sucesso” como a porcentagem de pesquisa que resulta na visitação de sites. Buscas feitas por meio de sites sob o comando do Yahoo, que foram arrendados pelo Bing sob um acordo em 2009, também são mais eficientes do que o Google. Essas pesquisas têm uma taxa de sucesso de 81,36%.

Os resultados mostram que, no que concerne à precisão de pesquisa, há espaço para o Google e a Microsoft intensificarem seu jogo.

Os usuários dos mecanismos também podem facilitar suas vidas ao formular a questão de forma mais precisa. Os números da Experian mostram que grande número das buscas – 25,32% – são feitas com apenas uma palavra, seguida por questões de duas e três palavras com parcelas de 24,09% e 19,49% respectivamente.

Os números podem ajudar a Microsoft a alavancar a receita de seus serviços online quando mostrarem que suas palavras chave nos sites executando o Bing têm uma maior taxa de cliques do que àqueles com o Google.

A receita da Microsoft para serviços online – incluindo pesquisa – subiu 16,5% no trimestre, para US$662 milhões.

Apesar de a Redmond ter maior eficiência, ainda está bem atrás em termos de volume de pesquisa. A parcela de volume de pesquisa nos Estados Unidos do Google em julho foi de 66,05%, 2% a menos do que no mês anterior. A parcela do Bing foi de 12,98%, 2% a menos do que junho. As pesquisas do Yahoo ficaram com 15,07% , um aumento de 4% se comparado ao mês anterior, o que significa que as pesquisas “Bing” estão com 28,05% da parcela de mercado.

Os dados mostram que apesar de o Google continuar dominando o mercado de pesquisa, o Bing está ganhando terreno.

(Tradução: Alba Milena|Revisão: Thaís Sabatini)

Saiba mais:

Buscas do Bing são mais precisas que do Google, diz estudo

Google acusa Microsoft de plágio em buscador

Microsoft rebate acusação do Google

Briga de plágio sem fim: Google, Microsoft e outros

Especial Google x Apple: corrida pelo primeiro lugar

ð        Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/IT_Web e fique por dentro das principais notícias de TI e telecom.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.