Anatel aprova edital do 5G; leilão pode acontecer em novembro

Segundo Leonardo de Morais, presidente da Anatel, a venda das frequências deverá acontecer em novembro deste ano

Author Photo
3:31 pm - 07 de fevereiro de 2020

Na última quinta-feira (6), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou a proposta de edital para o leilão do 5G. O edital, que ainda precisará de mais uma votação antes de ser publicado, passará por consulta pública durante um período de 45 dias.

A Anatel destaca que quatro faixas de frequência serão ofertadas, sendo elas de 700 MHz, 2,3 GHz, 26 GHz e 3,5 GHz. Segundo Leonardo de Morais, presidente da agência, a venda das frequências deverá acontecer em novembro deste ano. Já a rede de quinta geração deverá ser disponibilizada comercialmente em 2021.

O documento prevê a oferta de três licenças nacionais e duas regionais na faixa de 3,5 MHz, que exige menos investimento para a implantação do 5G. Ainda segundo o documento:

  • Blocos nacionais: as empresas detentoras precisarão instalar fibra ótica em municípios sem a infraestrutura
  • Blocos regionais: as empresas deverão atender municípios com menos de 30 mil habitantes e cidades ainda sem o 4G

Para os blocos regionais, foram determinadas sete grandes áreas: as cinco regiões do país; o Estado de São Paulo; e um bloco com o Triângulo Mineiro, cidades do interior de São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Para Morais, o edital precisa seguir uma linha que garanta mais obrigações de investimentos e que seja menos arrecadatório.

Entre outros, o 5G permitirá que velocidades maiores de conexão sejam alcançadas; latência muito mais baixa; e ampliação de serviços de IoT (Internet das Coisas).

Com informações de: Olhar Digital, TeleSíntese.

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.