Mais criatividade: 70% das atividades dos funcionários podem ser automatizadas

Líder da QuantumBlack aponta IA como aliada na eliminação de tarefas repetitivas, liberando os funcionários à criatividade

Author Photo
3:15 pm - 28 de novembro de 2023
IA, robô, inteligência artificial, emprego, trabalho, Web Summit Lisboa, automatizadas, atividades Imagem: Shutterstock

A ascensão da Inteligência Artificial (IA) tem provocado debates intensos sobre seu impacto no mercado de trabalho. Alexander Sukharevsky, Líder de IA da McKinsey, trouxe dados reveladores durante o Fortune Global Forum, em Abu Dhabi. Segundo análise do especialista, 70% das tarefas realizadas pelos funcionários podem ser automatizadas, sugerindo que, nos próximos 20 anos, metade delas poderá ser substituída por máquinas.

Durante o evento, em conversa com Alan Murray, CEO da Fortune, o especialista afirmou que a IA generativa é uma mudança tecnológica crucial. Para ele, a tecnologia está redefinindo o panorama laboral ao reduzir os custos de produção e automatizar processos. Isso poderia resultar na eliminação de funções administrativas e repetitivas, transformando a maneira como os trabalhadores executam suas tarefas diárias.

Leia mais: Acordo histórico de IA em Hollywood preocupa artistas com futuro do trabalho

“Semelhante ao que a Internet fez com a distribuição, a IA generativa faz com a criatividade, o que significa que o custo marginal de produção de um filme, um slide, uma recomendação legal, chega perto de zero a um ritmo significativamente mais rápido”, disse ele.

Nesse contexto, o líder da QuantumBlack ressalta a importância de encarar a IA como uma aliada, e não como uma substituta, dos seres humanos no ambiente laboral. Destacando a capacidade da IA de liberar o potencial criativo dos trabalhadores, ele enfatiza que cada indivíduo pode desbloquear seu talento criativo ao ser liberado de atividades corriqueiras e de menor importância.

“Estamos no início de uma era de criatividade, porque a criatividade se baseia na inspiração e muitas vezes na pesquisa”, disse. “Se você usar IA generativa, poderá acelerar a pesquisa e desbloquear o potencial de praticamente todos os indivíduos, ao mesmo tempo que elimina algumas das partes rotineiras do que estamos fazendo hoje. Então, na verdade, acho que é bom. Feche a lacuna e permita que cada um de nós seja criativo [e controle] seu próprio destino”, comentou.

No entanto, Sukharevsky enfatizou ainda a necessidade dos líderes avaliarem função por função para compreender o impacto da IA, em vez de fazerem generalizações amplas sobre sua perturbação na força de trabalho.

Siga o IT Forum no LinkedIn e fique por dentro de todas as notícias!

*Com informações da Fortune.com

Author Photo
Redação

A redação contempla textos de caráter informativo produzidos pela equipe de jornalistas do IT Forum.

Author Photo

Newsletter de tecnologia para você

Os melhores conteúdos do IT Forum na sua caixa de entrada.