Materiais para Download
Descubra a Rede IT Mídia
Conheça os Fóruns

Mentoria de negócios na área financeira: aplicabilidade e contribuição

Finanças tem papel relevante na vida de uma empresa

Por  ABMEN

15:16 - 31 de julho de 2020
Compartilhar

Muitos são os aspectos a serem levados em consideração quando se trata de administrar uma empresa. Independentemente do seu porte e ramo de atuação, aspectos como marketing, produto, equipe e vendas devem ser planejados, executados e medidos constantemente para que o empreendedor tenha condições de inferir se os resultados oriundos da sua operação estão dentro do esperado ou se existe a necessidade de uma correção de rota.

Por certo, a área de finanças também tem um papel relevante em todas as fases da vida de um negócio. E não é para menos. Afinal, os números embasam decisões cruciais relativas à administração e operação de um negócio, desde investimentos em novas linhas de produtos, até a sua continuidade ou encerramento.

Do ponto de vista sistêmico, diversos são os aspectos a serem observados para a realização de um bom trabalho na área financeira, como por exemplo:

  • Orçamento
  • Fluxo de caixa
  • Índices de desempenho
  • Fontes de receita
  • Estrutura de custos e despesas
  • Fontes de financiamento

Todo este universo demanda um conhecimento especializado que, não raro, é negligenciado pelos empreendedores. Como resultado, temos um elevado índice de empresas que quebram prematuramente por falta de uma boa gestão financeira.

Um estudo realizado pelo SEBRAE1 indicou que 39% dos empresários que fecharam as portas nos primeiros 5 anos de vida do negócio não apuraram o volume de capital de giro necessário para iniciá-lo; 50% não apuraram o valor do lucro pretendido e 42% não calcularam o nível de receitas suficientes para cobrir os custos e gerar o lucro pretendido.

O papel da mentoria de negócios nas finanças da empresa

Diante deste contexto, a questão que levantamos agora é: como a Mentoria de Negócios pode ajudar o empreendedor a gerir adequadamente o seu negócio do ponto de vista financeiro?

Em se tratando de demanda por serviços profissionais na área financeira, geralmente a Consultoria é considerada primeiro que a Mentoria. E existem algumas razões para isso, dentre elas o fato de que esta atividade ainda é relativamente pouco conhecida no Brasil, além da constatação de que muitos empreendedores não querem, ou não conseguem, dar a devida atenção ao aspecto financeiro.

É inegável que, em muitos casos, o empreendedor precisará contratar os serviços de uma consultoria especializada. Entretanto, em outros tantos, um processo estruturado de Mentoria de Negócios pode ajudá-lo a atingir ótimos resultados, com a vantagem de colaborar para o desenvolvimento do negócio, e do mentorado, em caráter permanente.

A questão é saber em que momento é mais eficaz contratar um serviço de um Consultor Financeiro ou quando é mais indicada a contratação de um Mentor de Negócios especializado nessa área. E isso passa por saber as diferenças entre Consultoria e Mentoria.

O Mentor de Negócios e Professor Eduardo Nogueira, em seu artigo “A Moda da Mentoria e o Desserviço ao Ecossistema de Inovação”, relaciona as principais diferenças entre essas duas atividades. Segregamos algumas delas no quadro abaixo:

 

CONSULTORIA MENTORIA DE NEGÓCIOS
Alta formação técnica em uma área específica Experiência e visão estratégica em negócios
Fornece ferramentas para a organização Foco no desenvolvimento do negócio
Faz intervenções quando necessário Orienta e indica caminhos que provoquem reflexão
Curtíssimo prazo Curto a médio prazo

 

Sendo assim, se o empresário ou gestor enxerga o aspecto financeiro dentro de um contexto estratégico e anseia desenvolver o seu negócio através de um processo que indique caminhos que provoquem reflexão e aprendizado, pode apostar, um Mentor de Negócios especialista no assunto é tudo que ele precisa.

Miguel Passos, autor do artigo, é mentor de negócios associado à Abmen

Load more